Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Cantareira com menos de 10% de água

10/09/2014 às 15:30
por Josélia Pegorim

O nível de armazenamento do Sistema Cantareira, responsável pelo abastecimento de água para a maior parte da população da Grande São Paulo, baixou para 9,8% nesta quarta-feira, 10 de setembro.    

Vale lembrar que esta água já é do que tecnicamente se chama de “reserva técnica” ou “volume morto”, uma água que nunca havia sido usada porque nunca precisou, porque os canos e bombas para a captação não chegavam lá. O governo paulista teve que fazer uma obra de engenharia para chegar a esta água, depois que a água normal do Cantareira acabou.

Foi então que o governo federal permitiu que São Paulo usasse uma parte do “volume morto”, a primeira cota, que também está chegando ao fim. Os 9,8% de armazenamento representam a porcentagem desta cota de água extra. Uma segunda cota de pouco mais de 100 bilhões de litros de água poderá ser liberada para aguentar a demanda até a chuva chegar. Acompanhe o que diz a Professora da área de Engenharia Ambiental da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, Mônica Porto, sobre a retirada da segunda cota do volume morto.

 

Por enquanto, não tem chuva. Ou até tem, mas em quantidade muito inferior ao que seria necessário para deixar o Cantareira com o volume de água dentro da normalidade.

Até o dia 25 de setembro, duas frentes frias passam por São Paulo, mas provocam pouca chuva.

  Participe da nossa campanha SP: vida sem água e dê seu depoimento.