Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Chuva aumenta na costa leste do Nordeste

06/10/2014 às 21:22
por Josélia Pegorim

n style="font-size: 13px;">A recente passagem de uma frente fria pela costa leste do Nordeste provocou ventania e também deixou áreas de instabilidade que ainda provocam chuva volumosa em áreas de Alagoas e de Pernambuco. Esta frente fria chegou muito forte ao Brasil e avançou até a altura do litoral de Alagoas e de Pernambuco A situação mais preocupante é em Maceió onde, em 48 horas, entre a manhã do sábado e a manhã da segunda-feira, choveu mais do que normalmente chove durante todo o mês de outubro. A chuva forte causou queda de barreiras e elevou o nível de rios.     Maceió: chuva supera a média de outubro em 48h Em Maceió, choveu em 48 horas mais do que normalmente chove durante todo o mês de outubro. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 110 mm de chuva acumulados entre 9 horas do dia 4 e 9 horas de 6 de outubro. A média de chuva para este mês é de aproximadamente 73 mm. Em outro local da cidade, o volume de chuva acumulado entre 19 horas do domingo e 19h desta segunda-feira chegava a 81 mm. No mesmo período choveu 54 mm em São Luis do Quitunde e 38 mm em Palmeira dos Índios.   Chuva continua em Alagoas e aumenta em Sergipe A chuva não vai dar trégua no leste do Nordeste nas próximas  48 horas. As áreas de instabilidade vão continuar sobre Alagoas e devem se fortalecer sobre Sergipe. O litoral e zona da mata alagoana ainda terão muita chuva até a quarta-feira. Há risco de mais deslizamentos e os rios e alagamentos. Em Sergipe, a chuva começa a se intensificar ainda na manhã desta terça-feira e deve persistir moderada, às vezes forte, até a tarde de quarta-feira.     Chuva diminui no leste de Pernambuco As áreas de instabilidade que estão no leste de Pernambuco provocaram muita chuva no litoral, na zona da mata e no agreste. Mas a tendência é de enfraquecimento da chuva a partir da tarde desta terça-feira. Ainda há previsão de chuva até o fim da semana, mas a partir de quarta-feira, a chuva será de curta duração e em geral com a presença do sol. Em Recife, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 44,2 mm entre 9 horas de 5 de outubro e 9 horas de 6 de outubro. Este volume de chuva representa 67% da média normal para este mês que é de 66 mm. A chuva não dá trégua no agreste. Em Palmares choveu quase 76 mm entre 19 horas do domingo e 19 horas desta segunda-feira. NO mesmo período choveu 39 mm em Garanhuns. Para outubro, estes volumes de chuva são bastante elevados. Salvador e litoral norte da Bahia em atenção As áreas de instabilidade que provocam muita chuva no leste de Pernambuco de Alagoas tendem a se expandir para o litoral norte da Bahia chegando até Salvador. A previsão é de que o aumento da chuva comece no litoral norte baiano durante tarde e noite desta terça-feira e se intensifique também em Salvador até durante a quarta-feira.