Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Chuva avança para a Região dos Lagos no RJ

28/08/2014 às 11:31
por Redação

Atualizado em 28/08/2014 às 16h00

Após provocar pancadas de chuva com forte intensidade no Grande Rio. As áreas de instabilidade avançam em direção à Região dos Lagos e vai provocar chuva com intensidade moderada a forte. Tais áreas de chuva se devem a organização de áreas de instabilidade devido a passagem de um ciclone extratropical.

O posicionamento do ciclone extratropical no Atlântico Sul organiza o vento para uma perturbação mais intensa do mar. As ondas aumentaram bastante o mar está agitado na Barra da Tijuca e na praia de Itaúna em Saquarema.

 

O tempo mudou no Rio de Janeiro com o avanço de uma frente fria. As pancadas de chuva começaram na tarde de ontem e se estenderam durante a noite e madrugada em áreas da serra, Grande Rio e Baixada Fluminense. A quinta-feira ainda nublada e com chuva em algumas áreas da capital. O mar está agitado no litoral em praias como a Barra da Tijuca.

A tendência ainda é de muita umidade, a chuva tem períodos de melhora e pode, inclusive, parar por alguns momentos. Para esta quinta-feira não há expectativa de chuva forte.

Na sexta-feira, a frente fria se afasta do Estado, mas o vento frio e úmido que sopra do mar deve deixar o céu nublado, com poucas aberturas de sol, temperaturas baixas e possibilidade de garoa. No fim de semana, o sol volta a predominar e a temperatura sobe novamente. O retorno da chuva deve ocorrer a partir do domingo à noite. Mar agitado e risco de ressaca

Ondas grandes geradas pela passagem de um ciclone extratropical no oceano já começaram a chegar ao litoral do Sudeste. Nesta quinta-feira o mar sobe ainda mais mais no litoral fluminense e o dia deve terminar com ondas em torno de 2 metros. Há risco de ressaca. Na sexta-feira a agitação marítima segue forte e as ondas devem variar entre 2 e 3 metros de altura, inclusive nas praias da capital. No sábado, o mar amanhece bastante agitado, mas ao longo dia diminui. Para o domingo, a tendência é de que essa diminuição continue.