Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Chuva de junho supera a média em Belém e Boa Vista. Friagem à vista.

24/06/2011 às 17:30
por Josélia Pegorim

Junh
o marca o fim do período chuvoso em quase toda a Região Norte. Exceto o Tocantins, o sul do Pará e Rondônia, as outras áreas ainda tem pancadas de chuva regulares em junho, mas menos volumosas do que nos meses de verão e outono. O Estado de Roraima tem um regime pluviométrico diferenciado e ainda tem muita chuva em junho. Na capital, Boa Vista, a chuva de junho superou a média normal para o mês no dia 21. Mas de ontem para hoje choveu com moderada a forte intensidade, acumulando 38,2 milímetros, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia. O total acumulado em 24 dias está agora em 383 milímetros, 19% acima da média que é de 321 milímetros. A população de Roraima ainda sofre os efeitos do transbordamento dos rios. As águas bloquearam várias estradas. Em maio, Boa Vista recebeu 635 milímetros de chuva, três vezes mais do que o normal. Belém: chuva de junho acima da média A região de Belém, capital do Pará, ainda tem pancadas de chuva regulares em junho, mas em geral com pouco volume.  Mas este ano tem chovido mais do que o normal. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, Belém já acumulou 196 milímetros de chuva este mês, 40% acima da média para junho que fica em torno dos 140 milímetros. Do início do ano até agora, o volume de chuva ficou abaixo das médias mensais apenas em fevereiro. Friagem à vista para o Acre e Rondônia A friagem é um fenômeno especial que ocorre nas áreas ao sul da Região Norte, atingindo em particular os Estados de Rondônia, Acre e o sul do Amazonas. O fenômeno é caracterizado por uma forte queda da temperatura provocada pela passagem de ar polar. Poucas massas polares conseguem chegar ao sul da Região Norte durante o ano. A maioria causa resfriamento do ar nos Estados do Sul, Sudeste e em parte do Centro-Oeste. Mas neste fim de semana, uma onda de frio forte deve se deslocar sobre a Bolívia e a previsão é de que o ar gelado chegue também a Rondônia, ao Acre e ao sul do Amazonas. A tarde do domingo já será fria em áreas do sul de Rondônia e na fronteira com a Bolívia. A temperatura começa a baixar também em Rio Branco. A madrugada da segunda-feira poderá ser de recorde de frio em Rio Branco. Numa primeira avaliação, a temperatura mínima poderá chegar aos 15ºC na capital do Acre. O recorde de frio em 2011, até agora, é de 16,2ºC, em 4 de maio.