Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Chuva de maio surpreende em Goiânia, Brasília e em BH

06/05/2015 às 16:59
por Josélia Pegorim

ong>Chuva acima da média A chuva destes primeiros dias de maio está surpreendendo na região de Goiânia, de Brasília e de Belo Horizonte. Voltou a chover forte no começo da tarde desta quarta-feira em Goiânia. A capital mineira também teve mais chuva e o céu de Brasília ficou com tanta nebulosidade que mais parecia um céu de dia de verão. Em Goiânia, em um dos pontos de medição regular de chuva monitorado pelo Instituto Nacional de Meteorologia choveu 15,2 mm entre 12h e 13 horas. Em 24 horas, no período entre 13h do dia 5 e 13h do dia 6 de maio o acumulado foi de 53 mm. Em outro local, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 35 mm de chuva entre 9 horas dia 5 e 9 horas do dia 6 de maio.   Para qualquer um dos locais de medição, a quantidade de chuva acumulada neste início de maio está acima dos padrões comuns de maio e já supera a média normal para o mês, que fica em torno dos 36 mm. Em Brasília choveu em 6 dias cerca de 22 mm sendo que a média normal de chuva fica em torno dos 39 mm.     Em Belo Horizonte, o total acumulado de chuva em maio já soma quase 46 mm, 64% acima da média, sem contar com o temporal que caiu na tarde desta quarta-feira. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou quase 45 mm de chuva em apenas 2 horas, entre 16h e 18h.  É um volume de chuva de dia de verão e não de maio. A média de chuva para maio em Belo Horizonte fica em torno de 28 mm. Maio é mês de seca Analisando o gráfico de média histórica  mensal das capitais brasileiras é fácil perceber que maio já um mês de seca em Goiânia, em Brasília e em Belo Horizonte, com um valor médio de chuva pequeno se comparado aos meses de verão, que é a época mais chuvosa do ano. Justamente por isto, a chuva deste inicio de maio surpreende.  A média de chuva para maio nestas capitais é menor do que 50 mm.   Maio  marca o início do período de estiagem. Problemas de saúde respiratória costumam aumentar por causa do aumento do número de dias com umidade do ar baixa. O fato de estar chovendo forte no início do mês não garante que os goianienses, brasilienses e belohorizontinos terão o conforto de níveis de umidade elevados no restante do mês. Mas por enquanto, os dias de secura ficam descartados. A previsão é de que as áreas de instabilidade continuem ativas sobre Goiás, no Distrito Federal em grande parte de Minas Gerais pelo menos por mais uma semana ou 10 dias.     Mais chuva para o PR, SP, MS e centro-sul de MG Análise de chuva para o Brasil para 15 dias O Brasil está preparado para prever tornados?