Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Chuva diminui no Nordeste

04/11/2013 às 20:30
por Josélia Pegorim

Áreas de quase todos os Estados do Nordeste iniciaram a semana com uma situação pouco comum em novembro: nuvens negras no céu, raios, chuva forte e até pedras de gelo caindo do céu. Para a maioria das regiões nordestinas, novembro é época de seca. Normalmente o período chuvoso começa em janeiro.

Muitos habitantes do sertão do Seridó, no Rio Grande do Sul, nunca havia visto  granizo, as pedras de gelo que caíram na região devido a passagem de nuvens muito carregadas, que poucas vezes se formam sobre o Nordeste. Em Aracaju, capital de Sergipe, a chuva que caiu na madrugada e começo da manhã da segunda-feira, 4 de novembro foi de quase 136 mm. Foi como se a chuva quase toda a chuva normal de outubro, novembro e dezembro tivessem caído de uma só vez. A soma da média de chuva destes meses dá aproximadamente 180 mm. 

Em Quixeramobim, no interior do Ceará, choveu 59 mm entre 15h do domingo e 15h da segunda-feira, pelas medições do Instituto Nacional de Meteorologia. A média normal de chuva para novembro é de 7 mm.
Os temporais foram provocados pela formação de um VCAN, Vórtice Ciclônico de Altos Níveis. Desde a sexta-feira, os ventos começaram a apresentar um movimento horário até que se fecharam num círculo, girando no sentido dos ponteiros dos relógios na costa da a Bahia e formaram o VCAN. Quando isto acontece, na parte mais externa desta circulação formam-se bandas de nuvens carregadas que provocam a chuva.
O VCAN se afasta nesta terça-feira e a chuva diminui.  A partir de quarta-feira, o tempo seco e sol voltam a predominar em grande parte do Nordeste.
Confira a previsão para a Região Nordeste