Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Chuva forte e volumosa sobre o Mato Grosso/ Ar muito seco avança sobre o Mato Grosso do Sul

14/12/2011 às 17:34
por Josélia Pegorim

O ar
quente e úmido  e a circulação de ventos sobre o Centro-Oeste do Brasil estão facilitando a formação de áreas de instabilidade sobre o Mato Grosso. Chuvas fortes e volumosas voltaram a ocorrer entre ontem e hoje em várias áreas do Estado. Na tarde desta quarta-feira, a chuva caiu muito forte sobre Guiratinga, na perto da divisa com o sudoeste de Goiás. Em apenas 1 hora, entre 15 e 16 horas, hora de Brasília, foram acumulados 58,8 milímetros pela medição do Inmet - Instituto Nacional de Meteorologia. Em Sorriso, no norte de Mato Grosso, choveu 45 milímetros entre 13 e 16 horas. O total acumulado em 24 horas, até 16 horas, chegava aos 59 milímetros. No período entre 16 horas de ontem e 16 horas de hoje choveu 75 milímetros sobre Itiquira e 55 milímetros sobre Nova Ubiratã. Na capital, Cuiabá, choveu de forma moderada a fraca na manhã de hoje, mas a chuva pesada caiu na tarde e noite de ontem. Foram 6 horas de muita chuva. Entre 10 horas de ontem e 10 horas de desta quarta-feira, 14 de dezembro, o Inmet registrou 70,7 milímetros de chuva sobre a Cuiabá, o que corresponde a 37% da média de chuva para dezembro. Em 14 dias já choveu cerca de 90 milímetros, sendo que a média normal para o mês é de 193 milimetros. Estas pancadas de chuva fortes e frequentes são comuns sobre o Mato Grosso nesta época. O estado está dentro do período mais chuvoso do ano. A chuva vai continuar regular nos próximos dias. Umidade do ar diminui em Mato Grosso do Sul e afasta a chuva O Estado de Mato Grosso do Sul já teve alguns eventos de chuvas fortes e volumosas nesta primavera, ,as chuvas não estão sendo regulares e nem generalizadas como vem acontecendo sobre o vizinho Mato Grosso. Os agricultores de Mato Grosso do Sul andam até reclamando da chuva. As previsões não são muito animadoras para os próximos dias. Uma área de ar muito seco entrou no Paraguai e já começou a avançar sobre o Mato Grosso do Sul. Em Ponta Porá, no sul do Estado, na fronteira paraguaia, a umidade relativa do ar baixou para 24% ma tarde desta quarta-feira, no aeroporto local, um valor muito baixo para esta época do ano. Em Assunção, capital do Paraguai, a tarde foi quente e seca. O nível de umidade do ar à tarde, na região do aeroporto internacional, variou de 30% a 20%. Este ar seco vai se espalhar sobre o Mato Grosso do Sul nos próximos dias. A queda da umidade vai inibir a formação de grandes nuvens e a ocorrência de chuva. Pelo menos até o sábado que vem, o estado terá dias com sol forte, calor e a chance de chuva é remota. Além de Mato Grosso do Sul, este ar seco vai inibir a chuva nos próximos dias em muitas áreas do Paraná, de São Paulo e no oeste de Santa Catarina.