Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Chuva não dá trégua no Sudeste

30/12/2009 às 15:27
por Josélia Pegorim

ong>Rio de Janeiro Pelo quarto dia consecutivo, a cidade do Rio de Janeiro sofre com temporais. Em menos de 1 hora, a chuva forte do início da tarde desta quarta-feira causou alagamentos em bairros das zonas norte e oeste da cidade. Segundo a medição do Georio, em 1 hora, entre 13h40 e 14h40 choveu 44 milímetros na Penha. Esta quantidade é tecnicamente muito elevada para o período de 1 hora. A situação do Rio de Janeiro permanece crítica na tarde de hoje. A chuva vai persistir podendo ter alguns períodos de estiagem à noite.  Nesta quinta-feira, uma frente fria chega ao litoral fluminense, mantendo altas as condições de chuva. Porém, esta frente fria também será quase a "tábua de salvação" para a véspera do Ano Novo na capital fluminense. Os ventos frios trazidos por este sistema vão ajudar a esfriar a atmosfera, diminuindo o risco de temporais. A possibilidade de chuva no Rio na hora da virada para 2010 é alta, mas a chuva não deve ser forte. São Paulo A cidade de São Paulo começou a tarde desta quarta-feira com sol, calor de 29ºC e nuvens crescendo cada vez. As pancadas de chuva já aconteciam na zona sul da cidade, por volta das 15 horas.  Há possibilidade de fortes pancadas de chuva até a noite. A nova frente fria que passa nesta quinta-feira pelo litoral de São Paulo vai trazer mais umidade para a capital paulista e também ventos úmidos e frios. A chegada de 2010 deve ser com céu nublado e a chance de chuva é alta, porém de fraca intensidade. A noite da virada não será abafada como nos últimos dias. No interior de São Paulo, a situação é crítica porque está chovendo muito desde ontem. Cidades no oeste e noroeste do Estado estão tendo problemas com alagamentos.  As áreas de chuva persistem sobre o interior paulista no dia 31 de dezembro e a chance de chuva na virada para 2010 é alta.  No litoral, onde o sol e o calor predominaram nos últimos dias, as eventuais pancadas de  chuva que ocorreram não causaram transtornos. Mas a chegada da frente fria vai mudar o tempo. A temperatura começa a baixar nesta quinta-feira. A quantidade de nuvens aumenta muito. As condições de chuva são altas para a tarde e noite do dia 31 de dezembro, com fraca a moderada intensidade.  O vento moderado pode incomodar um pouco. Minas Gerais A chuva não dá trégua a Belo Horizonte. Chove quase sem parar desde a noite do dia 27 de dezembro. Em várias horas, a chuva caiu forte. Choveu durante toda a manhã de hoje e as nuvens já estavam ficando mais carregadas no início da tarde, anunciando chuvas mais intensas. Segundo a medição do Instituto Nacional de Meteorologia, do dia primeiro de dezembro até as 10 horas da manhã do dia 30, o acumulado de chuva estava em aproximadamente 545 milímetros. Falta pouco para dobrar a média normal de dezembro que é de 319 milímetros. Só nos últimos três dias foram 159 milímetros, quase metade do normalmente chove durante todo o mês. Além da capital mineira, a chuva tem sido constante e volumosa esta semana em várias localidades do sul de Minas Gerais, da Zona da Mata Mineira e do Triângulo Mineiro. O total de chuva acumulado desde o início do mês já igualou ou superou a média de dezembro nestas áreas. Só entre 10 horas de ontem e 10 horas de hoje, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou mais 46 milímetros em São Lourenço, 42 milímetros em Araxá e 35 milímetros em Uberaba. A situação é de alerta total na Grande Belo Horizonte porque o solo está encharcado e o risco de deslizamentos de terrenos é muito grande. As condições de chuva permanecem altas nas próximas 48 horas.