Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Nordeste: chuvas volumosas deste ano são comparadas às enchentes de 2010

06/05/2011 às 16:46
por Redação

As c
huvas que atingiram o Nordeste do Brasil no meio do ano passado provocaram muitos danos em mais de 95 cidades dos Estados de Alagoas e Pernambuco. Só na semana de 14 a 22 de junho, ao menos 57 pessoas morreram e mais de 100 mil ficaram desabrigadas. Em Alagoas, mais de 20 municípios entraram em estado de emergência e 15 entraram em estado de calamidade pública. A cidade de Branquinha, em Alagoas, foi uma das mais prejudicadas, todos os prédios públicos foram destruídos pelas enchentes. De acordo com o Inpe – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. E em Pernambuco, várias cidades foram devastadas, várias estradas foram destruídas, houve deslizamento de terra em diversas regiões e os rios transbordaram. Na cidade de Mandaú, às margens do Mundaú e Paraíba, o nível da água subiu mais de 6 metros. As chuvas do ano passado se concentraram muito mais no interior do Nordeste, mas este ano a região mais prejudicada foi o litoral, a zona da mata sul e o agreste. A quantidade de água que caiu no começo dos meses de abril e maio superou facilmente a média para o mês inteiro. Os temporais diminuíram nesta sexta-feira e o sol reapareceu, o que facilitou o nível dos rios voltarem ao normal. Do final de abril até agora, 42 municípios entraram em estado de emergência e três pessoas morreram. Além disso, mais de 11 mil casas foram destruídas ou danificadas, sendo quase 10 mil só em Pernambuco. O número de famílias desabrigadas ou desalojadas quase chega a 12 mil. Na Paraíba, mais de 2 mil pessoas estão desalojadas e outras 955 estão desabrigadas. A quadra chuvosa no litoral de Pernambuco acontece entre abril e julho. Nesta época do ano, as “Ondas de Leste” provocam chuvas freqüentes e volumosas por quase toda a costa leste nordestina. Porém, este início da quadra chuvosa de 2011 está sendo marcado por mais chuva do que o normal na capital pernambucana. De acordo com os dados do Instituto Nacional de Meteorologia, em abril deste ano, Recife recebeu 647 mm de chuva, o que representa quase o dobro da média para o mês que é de 326 mm. Maio começou com o tempo muito carregado e só nos primeiros 05 dias, choveu 340 mm, superando a média do mês que é de 329 mm. No ano passado a situação foi diferente em Recife. A chuva só veio de forma abundante no mês de junho. Em abril e em maio de 2010 a chuva ficou abaixo da média na cidade. Em abril, o acumulado foi de 273 mm e em maio choveu apenas 114 mm. Confira o gráfico comparativo: 2010: 2011: