Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Ciclone extratropical provoca ventania no Uruguai e na Argentina

30/11/2011 às 17:11
por Josélia Pegorim

Um n
ovo ciclone extratropical se organiza ao largo do litoral do Uruguai e da província de Buenos Aires, na Argentina, causando ventania inclusive nas capitais Montevideu e Buenos Aires. O aeroporto de Montevideu registrada rajadas de ventos superiores a 60 km/h desde a madrugada. A mais intensa, até 16 horas, foi de aproximadamente 67 km/h, por volta das 9 horas da manhã.  No aeroporto de Madonado, as rajadas do vento da direção sudoeste também ficaram intensas e constantes desde a madrugada, entre 60 a 70 km/h e persistiam por volta das 16 horas. Em Buenos Aires, capital da Argentina, a ventania ciclônica também começou a ser sentida na madrugada desta quarta-feira, com rajadas de sudoeste entre 60 e 70 km/h. Vento forte e mar agitado no Sul do Brasil Este ciclone extratropical passa pela costa do Uruguai e do Rio Grande do Sul nesta quinta-feira, provocando ventania e deixando o mar agitado. Cidades do sul e do leste do Rio Grande do Sul, incluindo a Grande Porto Alegre, e também cidades das serras gaúcha e catarinense, o sul e o leste de Santa Catarina, incluindo o litoral e Florianópolis devem sentir os ventos fortes do ciclone extratropical. As rajadas em geral, devem ficar entre 60 e 80 km/h, mas algumas podem superar este limite. As regiões montanhosas poderão ter ventos me torno dos 100 km/h. A passagem do ciclone extratropical pelo extremo sul do Brasil vai deixar o mar agitado no Sul nos próximos dias e a agitação chega ao litoral do Sudeste no fim de semana.  As maiores ondas até a sexta-feira poderão chegar aos 3,5 metros em praias do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. As ondas começam a diminuir no sábado. Nas praias do Paraná, de São Paulo e do Rio de Janeiro, o mar começa agitado já durante a sexta-feira. Entre a tarde de sexta-feira e a tarde do sábado, picos com ondas de 2  a 2,5 metros poderão ocorre nas praias destes estados. As ondas voltam a diminuir no domingo.