Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Ciclone extratropical provoca ventania no RS

23/10/2012 às 11:26
por Josélia Pegorim

Uma
frente fria e um ciclone extratropical se organizaram  nas últimas 24 horas entre o Brasil, a Argentina, o Uruguai e o Paraguai. As nuvens carregadas que provocaram temporais ontem já saíram do Rio Grande do Sul e não há mais risco de chuva volumosa e descargas elétricas nesta terça-feira, mas ainda há condições para ventania por causa da proximidade com o ciclone extratropical. A situação é de alerta para fortes rajadas de vento no decorrer desta terça-feira, 23 de outubro. Algumas  rajadas podem ficar em torno dos 100 km/h no litoral sul gaúcho e região da Campanha. Em Porto Alegre e nas outras áreas do Estado, há risco de rajadas de vento entre 60 e 90 km/h.   Na manhã desta terça-feira, o Instituto Nacional de Meteorologia mediu rajadas de 82 km/h em Canguçu, 78 km/h em Jaguarão, 76 km/h em Bagé, 73 km/h em Chuí, 72 km/h em Dom Pedrito e 70 km/h em Rio Grande. Estes municípios ficam no sul gaúcho, justamente a região do Estado que está mais perto do ciclone extratropical.   O centro do ciclone extratropical está no estuário do rio da Prata, o Uruguai e a Argentina. O aeroporto de Maldonado, no litoral uruguaio, registrava pressão do ar de 991 hPa, às 10 horas, no horário de Brasília. Amanhã, o ciclone já estará se movimentando sobre o mar, afastando-se do Uruguai e do Rio Grande do Sul. Na madrugada e manhã desta quarta-feira, algumas rajadas no sul, leste e litoral do Rio Grande do Sul ainda poderão alcançar velocidades em torno dos 100 km/h. O vento diminui no decorrer da tarde. Na quinta-feira, o ciclone extratropical já estará longe do Rio Grande do Sul e não causará mais ventania no Estado.