Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Depois da ressaca, mar baixa na costa do Sudeste

27/06/2012 às 15:54
por Josélia Pegorim

ong>Depois da ressaca, mar baixa na costa do Sudeste   Praias da cidade do Rio de Janeiro e de Niterói amanheceram esta quarta-feira com ressaca, com mar agitado e ondas que alcançavam os 3 metros. A forte agitação marítima estava prevista para esta quarta-feira e foi sentida também em praias de São Paulo e do Espírito Santo.   O trem de grandes ondas se afasta do Sudeste nesta quinta-feira e o mar baixa, mas ainda fica com agitação moderada. No Rio de Janeiro e no Espírito Santo, as ondas ainda podem alcançar até 2 metros na madrugada e na manhã desta quinta-feira, mas altura diminui bastante durante a tarde. No litoral de São Paulo, os maiores picos chegam a 1 metro. No decorrer da sexta-feira, o mar baixa ainda mais em toda a costa do Sudeste. Não há previsão de nova agitação marítima pelo menos até meados da semana que vem. Neste próximo fim de semana, o primeiro do mês de julho, as praias de São Paulo e do Rio de Janeiro terão predomínio de sol e não há previsão de chuva. As noites e o início da manhã serão um pouco frios, mas no restante do dia, as temperaturas ficam relativamente elevadas, com sensação de calor. No Espírito Santo, o fim de semana que vem será com períodos de sol, mas muitas nuvens, com temperaturas amenas.   Alerta de mar agitado na costa leste do Nordeste   Depois de passar pelas praias do Sul e do Sudeste, e ter provocado ressaca na madrugada e manhã desta quarta-feira em praias do Estado do Rio de Janeiro, um trem de grandes ondas se espalha pela costa leste do Nordeste. Na noite desta terça-feira, o mar já fica agitado na costa da Bahia e no decorrer desta quarta-feira, a grande elevação das ondas será sentida na costa de Sergipe, Alagoas e de Pernambuco. As ondas podem chegar aos 2 metros nas praias destes estados e há risco de ressaca. A ondulação predominante é de sudeste. Nas praias da Paraíba e do leste do Rio Grande do Norte, as ondas devem alcançar 1,5 metros. Durante a sexta-feira, 29 de junho, as ondas diminuem na costa leste do Nordeste, mas o mar ainda estará agitado. Os navegantes de todos os tipos de embarcação devem ficar atentos aos avisos da Marinha do Brasil.