Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Depressão tropical se organizou na costa do Espírito Santo

15/03/2011 às 09:05
por Josélia Pegorim

As i
magens de satélite desta terça-feira, 15 de março de 2011, mostram claramente um sistema meteorológico especial, ao largo da costa do Espírito Santo. Conforme a denominação da NOAA, dos Estados Unidos, formou-se de ontem para hoje uma depressão tropical 90 Q. O nome técnico “depressão tropical” está relacionado com a posição latitudinal na qual se organizou o sistema e também com as características de águas quentes e de ar quente que originou esta formação. Tecnicamente, existe uma circulação de ventos ciclônica (no mesmo sentido dos ponteiros do relógio) em vários níveis da atmosfera. Esta depressão tropical se originou de uma forte área de instabilidade que já estava próxima ao Espírito Santo desde o fim da semana passada. Grandes volumes de chuva caíram sobre o Espírito Santo nos últimos dias causando problemas em diversos municípios, em várias áreas do Estado, incluindo a região da capital, Vitória. Qual o perigo agora para população do Espírito Santo e de outras áreas do Sudeste. A depressão tropical está completamente em alto-mar e nas próximas 48 horas tende a se afastar cada vez mais da costa brasileira. Chuvas torrenciais e ventos fortes são associados a este tipo de sistema meteorológico, mas não afetam mais o Espírito Santo. Não há risco de que as tempestades provocadas por este sistema avancem sobre o Espírito Santo, pois o sistema desloca-se para leste, afastando-se do Estado. Pancadas de chuvas com raios, com moderada a forte a intensidade, ainda poderão ocorrer nesta terça-feira sobre o Espírito Santo, pois todo o Estado ainda está com muita umidade e calor, o que facilita o crescimento de grandes nuvens. Além disso, as condições de chuva são altas para os próximos dias, pois uma nova frente fria avança para o litoral do Espírito Santo. Esta nova frente fria pode ser observada nesta terça-feira em deslocamento para o litoral do Rio de Janeiro. As fortes áreas de instabilidade associadas com a depressão tropical estão sobre o alto-mar e não tendem a avançar para o Rio de Janeiro, Minas Gerais ou São Paulo. Na costa do Rio de Janeiro o mar também fica agitado. As pancadas de chuva esperadas para hoje e nos próximos dias, para a maioria das áreas do Sudeste, estão principalmente associadas com a nova frente fria que avança nesta terça-feira para o litoral do Rio de Janeiro. Agitação no mar A presença da depressão tropical causa ventos fortes e muita chuva sobre áreas oceânicas que tornam a navegação perigosa, por conta do mar muito agitado. Modelos numéricos de estimativa de altura de ondas indicam para hoje, 15 de março, picos de ondas com até 4 metros.