Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Deserto: 10% de umidade no ar em São Paulo

14/08/2009 às 16:37
por Josélia Pegorim

Umid
ade do ar cai para níveis de deserto na cidade de São Paulo Com a intensificação de uma massa de ar seco sobre o Estado de São Paulo, a umidade relativa caiu muito na região metropolitana de São Paulo na tarde de sexta-feira. Às 14h, a umidade relativa chegou a 14% no aeroporto internacional de Guarulhos. Às 15 horas, a umidade do ar baixou par 12% no Campo de Marte, na zona norte da capital. Também, na zona norte, a estação meteorológica automática do Instituto Nacional de Meteorologia, no Mirante de Santana, marcou 10% de umidade no ar, índice comparável ao que encontra em áreas desérticas. O aeroporto de Congonhas registro 16% de umidade no ar. O CGE - Centro de Gerenciamento de Emergência da Prefeitura registrou 14% de umidade em Santo Amaro e 17% na região de Santo Amaro, Ribeirão dos Meninos, Cidade Ademar e Pirituba. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, níveis de umidade do ar abaixo de 12% caracterizam uma situação de emergência. Valores entre 12% e 20% indicam situação de alerta. São Paulo na tarde de sexta-feira 14 de agosto de 2009: o céu azul é a maior prova da secura do ar. (foto: Alexandre Nascimento/Climatempo) A tarde hoje está extremamente seca também no interior paulista. Em Guaratinguentá, a umidade baixou para 14%, às 15 horas, conforme medição do aeroporto local. Em Gavião Peixoto, no norte do Estado, a umidade chegou a 17%. Não há previsão de mudanças no tempo que possam provocar aumento significativo de umidade no fim de semana. Índices de situação de alerta, entre 12% e 20%, ainda poderão ser observados em várias do Estado. O ar muito seco inibe a formação de nuvens e todo o Estado de São Paulo terá um fim de semana com sol forte. O mar deve ficar quase uma piscina, com ondas de no máximo meio metro. O vento será fraco e quem quiser velejar nas águas do litoral paulista poderá encontrar até problemas com calmaria.