Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Domingo com mais recordes de frio

26/07/2014 às 20:00
por Josélia Pegorim

Julh
o está terminando com recordes de frio em várias capitais do Brasil por causa da grande e forte frente fria que invadiu o país nos últimos dias. Sua massa polar veio muito forte, como já esperado e ainda é reforçada neste domingo. A tarde do sábado, 26 de julho, foi a mais fria de 2014 em São Paulo, no Rio de Janeiro. Goiânia também revê recorde de tarde mais fria pelo segundo dia consecutivo. Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, também esfriou mais neste sábado. No Acre, a capital Rio Branco bateu o recorde de menor temperatura mínima pelo segundo dia consecutivo. Domingo gelado O frio vai continuar no Sul, no Sudeste e por quase todo o Centro-Oeste neste domingo. É possível que Porto Alegre tenha a madrugada mais fria do ano. Possibilidade de novo recorde de tarde mais fria do ano novamente em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Florianópolis e em Curitiba. Ar polar e falta de sol causaram os recordes A combinação de ar polar, chuva e céu nublado impedindo a presença do sol fizeram a temperatura cai mais em áreas do Sudeste e do Centro-Oeste do Brasil. Novos recordes de frio ocorreram neste sábado. Mas não foram recordes de madrugada mais fria, pois o céu nublado à noite evitou um resfriamento do ar ainda maior. Por outro lado, a nebulosidade presente no decorrer do dia escondeu o sol e impediu o aquecimento do ar. Este foi um fator muito importante para manter o frio à tarde. Recorde de BH é dúvida ainda É bastante provável a tarde deste sábado tenha sido a mais fria de 2014 também em Belo Horizonte. Até 19 horas, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou apenas valor da temperatura máxima da estação meteorológica automática. Para efeito de recordes oficiais, a Climatempo considera a temperatura da medição convencional. A máxima divulgada foi de 17,6°C. Ao longo do dia, a maior temperatura observadas em locais de medição regular foi de 20°C no aeroporto Carlos Prates. Confira os recordes atuais de frio nas capitais do Sul, Sudeste e do Centro-Oste, com as medições do Inmet.