Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

El Niño pode provocar novo surto de dengue no inverno

18/06/2015 às 15:55
por Maria Clara Machado

por Maira Di Giamo

O comportamento do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, está diretamente ligado com as condições meteorológicas. A doença é sazonal, típica de verão, quando o tempo fica quente e úmido, bem do jeito que o inseto gosta. A temperatura ideal para sua proliferação é entre 25 e 28°C. Este ano o surto da doença foi grande, mas começou a diminuir em maio.

Mas nem sempre os surtos acontecem no verão. Em 2014 os casos da doença no outono e no inverno foram muito elevados. Estima-se que os principais fatores para essa anormalidade foram as diversas ondas de calor que aconteceram durante o período, e o estoque de água de forma inadequada pela população em decorrência da crise hídrica, que atingiu grande parte do país.

E neste ano poderemos ter um novo surto no inverno! O El Niño, fenômeno caracterizado pelo aquecimento das águas do oceano Pacífico Equatorial, pode elevar a temperatura de 1 a 2°C por todo o Brasil, segundo o meteorologista Alexandre Nascimento. Esse aumento de temperatura combinado com o descuido da população ao fornecer criadouros para o mosquito, pode novamente aumentar os casos de dengue.

O entomologista Dr. Paulo Urbinati, explica que o mosquito tem hábitos caseiros e usa criadouros artificias com água parada limpa para se reproduzir, como pneus, vasos de planta, baldes e caixas d’água.

No próximo verão, as temperaturas também devem ficar mais elevadas que a normalidade e os volumes de chuva dentro da média histórica, por influência do El Niño. Sendo assim, o surto pode ser ainda maior.

Para evitar um grande número de casos de dengue é necessária a colaboração das pessoas para combater os focos e de fiscalização.  “Se os órgãos responsáveis pelo controle do mosquito conseguirem eliminar o máximo de criadouros possíveis, abaixa a densidade do mosquito, e provavelmente vai diminuir o número de casos”, explica Urbinati.