Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Eleitores devem enfrentar chuva em grande parte do país

30/09/2010 às 11:58
por Redação

Mais
de 120 milhões de brasileiros vão às urnas, neste domingo – 3 de outubro, escolher presidente, governador, dois senadores, deputado federal e deputado estadual. Para não esquecer os números dos seus candidatos, leve uma “colinha”. E para sair tudo perfeito, a Climatempo ajuda você com os detalhes da previsão do tempo para o fim de semana de votação em todas as Regiões do Brasil. Uma forte massa de ar polar promete derrubar a temperatura no Sul e no Sudeste e esfriar bastante até alguns lugares no Centro-oeste e Norte do país. Nordeste No Nordeste, a presidenciável Dilma Rousseff (PT) recebe grande apoio dos eleitores. Apoiada pelo atual presidente Luís Inácio Lula da Silva, que nasceu no Pernambuco, a petista abriu larga vantagem nas pesquisas feitas na região, ela está com 59% das intenções de voto e ganharia direto no primeiro turno. José Serra (PSDB) com 19% enquanto Marina Silva (PV) apresenta 11% na região. Ali, a chuva não deve prejudicar a eleição. A umidade começou a aumentar no interior do Maranhão, Piauí e no oeste da Bahia, mas o tempo seco deve prevalecer nas demais áreas nordestinas. No sábado chove rápido na divisa entre o Maranhão e o Tocantins. O domingo será de sol, calor e altas temperaturas, com chuva rápida nas capitais litorâneas Natal, João Pessoa, Maceió, Recife e Aracaju. Norte Marina Silva é a candidata que representa o Norte do país. Nascida em Rio Branco, capital do Acre, ela tem 17% das intenções de voto. Na Região, a primeira semana da primavera termina com muito calor, sol e pancadas. Porém durante o final de semana eleitoral, uma frente fria que passa sobre o centro-sul do país deve mudar o tempo no sul do Amazonas, no Acre e em Rondônia, favorecendo a formação de nuvens carregadas. O calor vai acabar e o domingo será nublado e com chuva nessas regiões. A friagem, que é a entrada de ventos polares, deve derrubar a temperatura. Já nas demais áreas, o calor permanece firme e forte com apenas algumas pancadas de chuva, exceto no Tocantins, onde não deve chover. Centro-Oeste Assim como no Nordeste, o Centro-Oeste é onde a candidata do PT leva vantagens em cima dos demais presidenciáveis. No domingo, os eleitores devem se preparar e não esquecer do guarda-chuva, pois uma nova frente fria vai deixar o tempo instável em grande parte da Região. Pancadas de chuva já voltaram a acontecer em todas as áreas e devem continuar nos próximos dias, principalmente nos estados de Mato Grosso do Sul, na região de Cuiabá, Rondonópolis e na fronteira do Mato Grosso com a Bolívia. O sábado será chuvoso em Mato Grosso e em Mato Grosso do Sul, onde pode chover forte e ter ventanias e raios. Para o domingo, está previsto sol com pancadas de chuva no Distrito Federal, nas cidades ao norte de Goiás, e na divisa de Mato Grosso com o Pará e Tocantins. As nuvens e os ventos frescos devem aliviar o calor intenso das últimas semanas. O dia da votação será parecido com dias de inverno, com céu nublado, frio e ventos polares, que vão aumentar a sensação de frio. Sudeste O Sudeste tem dois dos principais candidatos ao governo federal: José Serra que nasceu na capital paulista e Dilma, que é natural de Belo Horizonte. A Região também é importante porque detém o maior colégio eleitoral do país, com mais de 40 milhões de eleitores. Neste final de semana, o tempo não vai facilitar a vida dos paulistas, cariocas, mineiros e capixabas. A primeira semana da primavera começou e vai terminar com chuva. Uma frente fria chega ao litoral paulista, aumentando a nebulosidade e as condições de chuva nos quatro estados. Além da chuva, está previsto uma forte queda na temperatura em São Paulo, Rio de Janeiro, no centro-oeste e sul de Minas Gerais. Na região metropolitana de São Paulo, do Rio de Janeiro e de Belo Horizonte, o domingo será com céu nublado, chuva e sensação de frio. Em Vitória, o sol aparece entre muitas nuvens, mas a possibilidade de chuva é grande a partir da tarde com a chegada da nova frente fria. A dica aqui é levar o guarda-chuva para todos os cantos. Sul Já no Sul do Brasil, onde Dilma Rousseff e José Serra seguem praticamente empatados, a semana começou chuvosa, mas termina com frio e pouca chuva. Para este final de semana, a previsão é de que uma massa de ar polar deixe as temperaturas lá embaixo, podendo ficar abaixo dos 10°C em muitas áreas do Sul. O sábado será de sol no Rio Grande do Sul, em quase oeste de Santa Catarina e no sul do Paraná. Nas demais áreas da Região, o céu fica nublado e chove, inclusive nas capitais paranaense e catarinense. O litoral da Região Sul deve ter ventos fortes causados pelo deslocamento de um ciclone extratropical, o que deixará o mar agitado e com grandes ondas. A população de todo o Sul do país já sentirá o frio polar. No domingo, a Região não deve apresentar transtornos causados pela chuva, e a votação deve seguir tranqüila. A previsão é de chuva leve e garoa na maioria das áreas do Paraná, incluindo o litoral e Curitiba. Nas demais áreas, o sol aparece entre algumas nuvens e deve ventar bastante no litoral. A sensação de frio será marcante e as pessoas vão precisar de agasalhos e até mesmo do cachecol do inverno.