Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Frente fria aumenta o risco de chuva em São Paulo na Páscoa

04/04/2012 às 12:09
por Josélia Pegorim

ong>Frente fria aumenta o risco de chuva em São Paulo na Páscoa Voltou a chover forte na tarde de terça-feira em áreas da capital paulista e da Grande São Paulo, mas não foi de forma generalizada. A chuva aconteceu principalmente em áreas das zonas central e norte e da cidade de São Paulo. Choveu forte na região do Campo de Marte, que fica na zona norte, com rajadas de vento de 35 km/h, por volta das 17 horas. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 13,3 milímetros de chuva sobre o Mirante de Santana, também na zona norte. Toda a chuva caiu entre 17 e 18 horas. Estas pancadas de chuva foram provocadas por nuvens que se formaram basicamente com o calor e o aumento da umidade sobre a região. Nesta quarta-feira, esta situação se repete, mas áreas de instabilidade que se formaram já na madrugada ao largo do litoral paulista vão colaborar para a ocorrência das pancadas de chuva na Grande São Paulo a partir da tarde. A chuva não deve ocorrem em todas as áreas da região, mas há possibilidade de chuva forte e rápida. Chuva aumenta com a chegada de nova frente fria Nesta quinta-feira, o ar continua quente sobre São Paulo e há chance de pancadas de chuva a partir da tarde, mas a chuva ainda não deve ser generalizada. A previsão é de um dia com sol forte e quente, com temperatura em torno dos 30ºC à tarde. Mas uma nova frente fria estará avançando sobre o Sul do Brasil e se aproximação deste sistema vai ajudar na formação das nuvens de carregadas. Na tarde e em parte da noite desta quinta-feira pode chover em todas as regiões do Estado de São Paulo. Esta frente fria passa de vez por São Paulo na sexta-feira e provoca mais pancadas de chuva na Sexta-feira Santa e também no fim de semana da Páscoa. Mas o tempo não fica completamente instável e todo o Estado terá períodos com sol. A época da Páscoa normalmente é associada com temperaturas amenas, típicas do outono. Mas este ano, mesmo com a passagem da frente fria, a temperatura não vai cair muito. A sensação será de um pouco de abafamento, inclusive na Grande São Paulo.