Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Frente fria traz chuva e ventania para SP

07/06/2011 às 16:53
por Josélia Pegorim

ong>Frente fria traz chuva e ventania para SP A chegada de uma frente fria nesta terça-feira mudou completamente o tempo no Estado. Depois semanas com predomínio de tempo seco, voltou a chover em praticamente todo o Estado. Pouca antes das 4 horas da tarde, a chuva da frente fria já se espalhava pela Grande São Paulo, região de Campinas e de São Carlos. A chuva veio com raios e trovões, o que não se via há vários dias no Estado. Mas além da chuva, o que mais chamou atenção foi a ventania observada em todo o Estado. Na cidade de São Paulo, o vento chegou aos 79 km/h às 14 horas no Mirante de Santana, zona norte, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia. No aeroporto de Congonhas, na zona sul da cidade, foram observadas rajadas de vento de 70 km/h. No aeroporto internacional de Guarulhos, a rajada mais intensa, até 16 horas, foi de 68 km/h. No Campo de Marte, na zona norte, a rajada máxima ficou próxima dos 65 km/h. Pelo interior do Estado, os ventos foram ainda mais intensos. Por volta das 16 horas, nuvens extremamente carregadas passaram sobre o aeroporto Viracopos, provocando chuva forte e ventania. Durante a tempestade, uma rajada alcançou 125 km/h. Em Pradópolis, no norte do Estado, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou uma rajada de 82 km/h. Em Ribeirão Preto, na mesma região do Estado, as rajadas alcançaram 64 km/h, até 16 horas. A ventania levantou muita poeira que se espalhou pelo aeroporto local e reduziu a visibilidade. Na região de Barra Bonita, as rajadas chegaram aos 78 km/h. Todas as regiões do Estado de São Paulo sentiram a chuva e as fortes rajadas de vento, por conta da aproximação de uma frente fria que está associada a um ciclone extratropical, que se organiza entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Um ciclone extratropical é uma área baixa pressão atmosférica intensa, que força uma circulação de ventos no sentido horário. Este tipo de sistema meteorológico está normalmente associado a uma frente fria e é comum no centro-sul do Brasil, especialmente no outono/inverno. O grande contraste de pressão atmosférica gerado pelo ciclone força um aumento da velocidade dos ventos. Chuva e queda da temperatura nas próximas 48 horas A frente fria que trouxe chuva e ventos fortes avança sobre o Sudeste e o Centro-Oeste e até a quinta-feira poderá provocar um pouco de chuva até mesmo em Brasília, onde não é nada comum chover em junho. Mas em São Paulo, o tempo vai continuar úmido por mais 48 horas. Até a quinta-feira, quase todas as regiões do Estado ainda poderão ter um pouco de chuva. Na capital, a última vez que se viu chuva foi em 28 de maio, mesmo assim foi uma chuva muito leve e que nem durou o dia todo. Praticamente todo o Estado de São Paulo terminou o mês de maio com muito menos chuva do que o normal. Na maioria das regiões paulista, o acumulado de chuva em maio ficou abaixo dos 10 milímetros, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia. O vento diminui amanhã, mas a temperatura volta a baixar, depois do aquecimento desta terça-feira. As temperaturas vão baixando até a sexta-feira e o fim de semana do Dia dos Namorados será bem frio.