Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Frente fria x Copa 2010

04/07/2010 às 15:58
por Josélia Pegorim

Uma
frente fria vai entrar em campo para dar mais emoção às semi-finais da Copa 2010 na África do Sul. Deste a última quarta-feira, 30 de junho, análises meteorológicas feitas por supercomputadores indicavam a chegada de uma frente fria na África do Sul no dia 6 de julho, na Cidade do Cabo, dia e local de um dos jogos decisivos que vai apontar a primeira seleção para a grande final.  Esta frente fria foi novamente confirmada neste domingo, mas será muito democrática.  Além de influenciar o tempo na Cidade do Cabo no dia 6 de julho, vai mexer também com o tempo em Durban, no dia 7, palco da outra semi-final. O litoral da África do Sul é famoso por seus ventos fortes e seu mar bravio. A história da navegação marítima está repleta de casos de acidentes com embarcações, por conta das condições meteorológicas adversas e extremas que frequentemente são observadas por lá. As muitas frentes frias com seus ciclones extratropicais são um dos motivos do mar revolto.

Chuva, vento e frio na primeira semi-final

  A Cidade do Cabo é uma das mais ventosas da costa sul africana, mas deve ficar tranquila em relação aos ventos, durante quase toda a véspera da semi-final entre a Holanda e o Uruguai. A nova frente fria que vem por aí deve começar a aumentar a velocidade dos ventos na Cidade do Cabo no fim da noite (hora da África do Sul) desta segunda-feira, dia 5.  No decorrer da madrugada do dia 6, terça, o vento só aumenta trazendo as bandas de nuvens e a chuva da frente fria. A Cidade do Cabo deve passar toda a manhã e parte da tarde desta próxima terça-feira debaixo de chuva e com ventos variando entre 30 e 50 km/h, sem contar as rajadas que podem ser mais fortes.  E o vento será frio, polar, o que vai  ajudar a derrubar a temperatura e a sensação térmica. Se jogo fosse no começo da tarde, a chance de chuva seria alta. Mas como será à noite, às 20h30, pelo horário da África do Sul (15h30, de Brasília),  a tendência é de que a chuva pare antes. O vento também deve diminuir de intensidade até a hora do jogo, mas sobra o frio. A previsão inicial é de que a temperatura durante a semi-final de 6 de julho fique entre 12°C e 10°C.

Durban, o segundo alvo

  Enquanto a Cidade do Cabo se esfria em ventos e chuva, Durban deve passar sua véspera de semi-final em sol e brisas leves, à espera de Alemanha e Espanha. Mas a grande frente fria está muito determinada e não deve errar o alvo. Atravessa os mares e eis que na calada da noite, na virada para o dia da segunda semi-final, bate à porta de Durban. Tudo muda, de uma hora para outra. Durban deve sentir os ventos e a chuva da frente fria no decorrer da madrugada e manhã do dia 7 de julho.  Só que a chuva por lá deve durar mais tempo. A chance de chuva durante o segundo jogo da semi-final da Copa 2010 é relativamente grande.

Frentes frias na final

  As mudanças do tempo na África do Sul na última semana da Copa 2010 prometem grandes emoções meteorológicas.  Além da frente fria esperada para os jogos da semi-final, as análises meteorológicas do domingo indicaram um outro grande sistema frontal sobre a África do Sul justamente no próximo fim de semana, a final da Copa 2010. Esta segunda frente fria poderá causar chuvas em muitas áreas do interior da África do Sul. Vamos acompanhar.... O Brasil também vai sair da calmaria do céu azul e da secura que predominam no país há várias semanas.  Uma grande frente fria está prevista para esta semana, com força para provocar um pouco de chuva até em áreas do Centro-Oeste e do Sudeste. Paulistanos e cariocas poderão assistir a final da Copa 2010 debaixo de chuva.