Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Frio abaixo de zero provoca geada no Sul do Brasil

02/06/2011 às 11:38
por Josélia Pegorim

ong>Frio abaixo de zero provoca geada no Sul do Brasil A madrugada desta quinta-feira ainda foi gelada no Sul do Brasil. Temperaturas abaixo dos 5ºC ainda foram registradas nos três estados. Dos locais onde se tem medição, a menor temperatura na Região foi de 4,7ºC abaixo de zero, em Urupema, no alto da serra de Santa Catarina, conforme a medição do Epagri/Ciram. Já o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 0ºC em Vacaria, no Rio Grande do Sul, 0,4ºC em Caçador, em Santa Catarina e 1,1ºC em Castro, no Paraná. O frio intenso provocou geadas de fraca a moderada intensidade em várias áreas do Sul, além de muita neblina no começo da manhã. Em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, a madrugada desta quinta-feira foi a mais fria do ano, com temperatura mínima de 8,2ºC. Em Curitiba, a temperatura mínima foi de 7,7ºC e em Florianópolis de 12,7ºC, mas este valores não foram recordes. Frio congelante no fim de semana Uma nova frente fria avança sobre o Sul do Brasil nesta sexta-feira causando um grande aumento de nuvens e chuva em praticamente todas as áreas da Região. A chuva deve ocorrer especialmente à tarde e à noite, mas não deve chover na parte norte do Paraná. A chuva desta frente fria também não deve ser suficiente para aliviar a seca na região de Bagé, no sul do Rio Grande do Sul, onde a população enfrenta racionamento de água há vários meses, por conta da escassez de chuvas. Depois da chuva, a população da Região Sul deve se preparar para um fim de semana de muito frio. Temperaturas abaixo de zero e geada voltam a ocorrer em áreas dos três estados e devem bater novos recordes para 2011. O frio mais intenso é esperado para o domingo, quando os termômetros devem baixar para marcas abaixo de zero em localidades das serras gaúcha e catarinense, no planalto de Santa Catarina e até no sul do Paraná. Ressaca Ventos fortes voltam a ocorrer na costa Sul do Brasil a partir desta sexta-feira, o que vai deixar o mar agitado no decorrer do dia. A agitação marítima e os ventos serão mais fortes durante o sábado e há risco de ressaca. Em praias do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, as maiores ondas devem chegar aos 3 metros. No litoral do Paraná, o pico deve ser de 2,5 metros. Durante o domingo, o mar fica menos agitado e as ondas diminuem.