Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Frio polar em Roraima/Novos recordes de frio no Norte do Brasil

19/07/2010 às 18:17
por Josélia Pegorim

A fo
rte massa polar que há mais de uma semana congela o Sul do Brasil, A Argentina, o Paraguai, Chile e Bolívia entrou com força também em parte do Centro-Oeste e do Norte do Brasil. A circulação dos ventos sobre o Brasil tem estado de tal forma que bloqueou a passagem do frio intenso para o Sudeste e também áreas como Goiás e o Distrito Federal. Por isso, quem mora nestas áreas não sentiu o frio congelante que vem sendo notícia há vários dias. São situações especiais e ocasionais como esta que fazem Cuiabá, Campo Grande e até mesmo Rio Branco, a capital do Acre, terem dias seguidos de temperaturas mais baixas do que, por exemplo, a cidade de São Paulo. Não foi a primeira vez que e nem será a última, mas aconteceu. E nesta segunda-feira, o frio aumentou um pouco mais no Norte do Brasil. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura mínima em Rio Branco, capital do Acre, foi de 9,9ºC. A mínima em São Paulo foi de 15,7ºC. O ar frio desta enorme massa polar foi desviado para o norte do Amazonas e chegou a Roraima. Em Manaus, o amanhecer de hoje foi o mais frio de 2010, com temperatura mínima de 20,6ºC. O recorde de mínima ocorreu pelo segundo dia consecutivo. A tarde de ontem, domingo, 18 de julho, foi a mais fria em Manaus, com máxima de 24,7ºC. Em Boa Vista, capital de Roraima, que está mais ou menos a 3º de latitude acima da linha do Equador, portanto no Hemisfério Norte, sentiu a lufadas frias desta massa polar. É possível comprovar isto pela persistência de ventos das direções sul e sudoeste registrados desde o sábado no aeroporto de Boa vista. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura mínima nesta segunda-feira em Boa Vista foi de 20,9ºC, a menor do ano. Em São Gabriel da Cachoeira, no extremo norte do Amazonas, quase na fronteira com a Venezuela, a temperatura mínima hoje foi de apenas 16,4ºC. A chuva, mesmo que constante, não derruba a temperatura assim por lá. Foi ar polar mesmo e forte.