Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Grande onda de frio chega ao RS e traz sensação de frio congelante

06/06/2012 às 17:54
por Josélia Pegorim

Não
deve estar nada agradável andar pelas ruas de Uruguaiana, na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai e Argentina. Às 4 horas da tarde, o aeroporto local registrou uma rajada de vento polar com 57 km/h. A temperatura real do ar já era baixa, de apenas 10ºC, mas na hora desta intensa rajada, a sensação térmica era de um frio de 3ºC abaixo de zero. Em Jaguarão, no sul gaúcho, fronteira com o Uruguai, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou uma rajada de 77 km/h, às 13 horas. A temperatura real do ar nesta hora era de aproximadamente 15ºC, mas a sensação térmica chegou aos 4ºC. Só que o termômetro despencou na hora seguinte e às 3 horas da tarde, a temperatura real do ar já era de apenas 9ºC. Estas intensas rajadas são o sinal da entrada da super onda de frio que já congelou a Argentina e o Uruguai. A imprensa destes países noticiou hoje a queda de neve em áreas da capital e da Grande Buenos Aires e também na cidade de Nueva Palmira, na região de Colônia, no Uruguai. A ventania nesta tarde continuava sobre o Uruguai também provocando a sensação de frio congelante. O país está em "alerta laranja" por causa do frio intenso provocado por esta super massa polar. A Argentina também vai conviver com o frio intenso nas próximas 48 horas. Não há mais chance de neve nos próximos dias na Grande Buenos Aires e nem no Uruguai, mas as temperaturas baixíssimas, abaixo de zero, nas próximas madrugadas vão provocar geadas severas e amplas.   Permanece a possibilidade de neve para a noite de hoje As condições atmosféricas ainda estão propícias a ocorrência de queda de neve ou fenômenos como chuva congelada em áreas do centro-sul do Rio Grande do Sul na noite desta quarta-feira. No decorrer da noite, com o aumento de umidade e do frio também sobre as áreas serranas e parte do planalto do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, também há chance de queda da neve. Nestas regiões, a possibilidade de nevar persiste na madrugada de amanhã e amanhecer desta quinta-feira, feriado de Corpus Christi.  Ainda no decorrer da manhã, a nebulosidade deve se dissipar e não haverá mais condições para neve.