Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Há risco de novas enchentes no Sul?

09/07/2014 às 14:03
por Josélia Pegorim

Nova
s áreas de instabilidade se intensificaram entre o Brasil e o Paraguai espalhando nuvens carregadas sobre o Paraná e Santa Catarina, que voltaram a provocar chuva principalmente em áreas do oeste e do norte do Paraná. Os maiores volumes registrados pelo Instituto Nacional de Meteorologia entre o fim da noite de terça-feira, 8, e o começo da tarde  fim da manhã de quarta-feira foram de 21,6 mm em Marechal Cândido Rondon, 18,8 mm em Foz do Iguaçu e 15,6 mm em Goioerê. Chuvas leves, com acumulados abaixo de 10 mm ocorrem em áreas de Santa Catarina. No Rio Grande do Sul,  apesar da presença de algumas nuvens,  o tempo seco e o sol predominavam até o início da tarde desta quarta-feira. Embora a chuva não tenha sido forte e nem de forma generalizada sobre o Sul, a presença das nuvens deixando todo o céu nublado traz o temor do retorno de novas enchentes, alagamentos e chuva intensa.     A população da Região Sul ainda sente os problemas causados pela enchente da chuva volumosa de junho. O último levantamento da Defesa Civil do Rio Grande do Sul do dia 8 de julho informava que 124 cidades gaúchas estavam em situação de emergência e que as cidades de Iraí e Barra do Guarita estavam e estado de calamidade pública. Há risco de mais temporais e enchentes nos próximos dias? Confira as explicações da meteorologista Josélia Pegorim.     Os mapas mostram a previsão dos volumes de chuva para o Sul nos próximos dias. No primeiro mapa, os maiores volumes acumulados não passam dos 30 mm. No segundo mapa, a previsão indica chuva volumosa só para algumas áreas do Rio Grande do Sul