Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

História da Red Bull Air Race

30/04/2010 às 10:47
por Redação

A id
eia da Red Bull Air Race surgiu em 2001 para saciar a necessidade uma nova prova de esporte a motor, mas com aviões. O objetivo é desafiar pilotos numa corrida em que a velocidade, precisão e habilidades são determinantes para a classificação final. O resultado disso é a promoção de uma nova modalidade e criação de um percurso com obstáculos disputado a baixa altitude e a velocidade de até 370 km/hora onde cada estratégia é milimetricamente calculada para não se perder pontos. Esses obstáculos, denominados de “Air Gates”, foram criados em 2002 e o húngaro, Peter Besenyei foi o primeiro a competir entre esses protótipos. No ano seguinte teve a estréia oficial da prova, acontecia pela primeira vez Red Bull Air Race, na Áustria com participação de seis pilotos. O sucesso da primeira, que contou com a presença de milhares de espectadores, rendeu a uma nova etapa organizada em Budapeste, na Hungria e a Air Race entrava de vez no calendário de esportes a motor. Em 2004, os Air Gates passaram por modificações e ficaram no formato de cones, e o número de provas passou para três: Kemble, na Inglaterra; Budapeste, na Hungria e Reno, nos Estados Unidos. As etapas faziam sucesso por onde passavam, mas faltava um campeonato mundial para consagrar a nova modalidade. E em 2005, dez pilotos competiram as sete provas da primeira Red Bull Air Race World Championship. O ano de 2007 foi a vez de ganhar o mundo, o calendário de provas passou a ter 10 corridas e incluiu pela primeira vez uma etapa na América do Sul, no Rio de Janeiro. O número de pilotos também aumentou, totalizando 13 competidores. Apesar de não ser tão famosa no Brasil, a competição atrai milhares de pessoas que ficam admiradas com a habilidade, desenvolvimento e tecnologia. Neste ano, a categoria retorna ao Brasil, para mais uma eletrizante prova na cidade maravilhosa, dessa vez com 15 pilotos sendo um estreante brasileiro.