Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Inversão térmica provoca nevoeiro forte no Rio de Janeiro

19/06/2010 às 09:45
por Josélia Pegorim

Um f
orte nevoeiro se formou sobre a cidade do Rio de Janeiro, dando ares londrinos ao amanhecer. De baixo não dava para ver o Cristo Redentor e os aeroportos tiveram que interromper as operações, por conta da péssima visibilidade. No aeroporto internacional Tom Jobim, a visibilidade começou a piorar no início da madrugada. Por volta da 1h30 da madrugada, uma névoa forte reduzia o alcance nas pistas para 2000 metros. Às 5 horas, já com o nevoeiro, a visibilidade baixou para 200 metros. Às 7 horas, a neblina ficou ainda mais forte e a visibilidade diminuiu para apenas 50 metros, permanecendo assim às 8 horas. Às 9 horas, o nevoeiro persistia, mas a visibilidade havia aumentado para 200 metros. Na ponte Rio-Niterói, a visibilidade também ficou muito prejudicada e por volta das 9 horas, pouca coisa se via no vão central. O aeroporto Santos Dumont, que opera a ponte aérea Rio-São Paulo amanheceu fechado, pois a visibilidade era de apenas 300 metros às 6 horas da manhã. Até as 8 horas, o alcance nas pistas não passava dos 500 metros, mas a partir daí, o nevoeiro começou a se dissipar rapidamente e às 9 horas a visibilidade já era de 4500 metros. Tecnicamente o nevoeiro deste sábado no Rio de Janeiro ocorreu por conta do fenômeno de inversão térmica associado a uma forte subsidência do ar. A subsidência é um movimento do ar de cima para baixo, gerado por um grande sistema de alta pressão atmosférica nos médios e altos níveis da atmosfera. Isto faz com que o ar seco e frio dos níveis mais elevados da atmosfera seja trazido constantemente para perto da superfície. Isto gera uma inversão térmica nas camadas de ar. O ar próximo da superfície fica mais frio do que o ar a algumas centenas de metros. Acima desta camada com temperatura mais alta, o ar está mais frio. Normalmente, a temperatura do ar diminui com a altitude. A inversão térmica ocorre com freqüência e se dissipa naturalmente com o aquecimento do ar. O nevoeiro ocorre quando essa inversão da temperatura das camadas de ar acontece abaixo de 1000 metros. Além do nevoeiro, a inversão térmica nas camadas de ar próximas da superfície também deixa o ar mais poluído, pois força um aumento da concentração do poluentes.