Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Janeiro termina com muita chuva nas capitais do Nordeste

31/01/2011 às 16:34
por Josélia Pegorim

A ch
uva de janeiro não costuma ser destaque nas capitais do Nordeste, mas não é o que se observou este ano. Janeiro de 2011 está terminando com chuva acima do normal em quase todas as capitais nordestinas. Em Fortaleza, a chuva de janeiro foi recorde em 50 anos. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, até 10 horas do dia 31, a capital cearense acumulava aproximadamente 668 milímetros de chuva, 415% acima da média. Choveu cinco vezes mais do que o normal. A média de chuva para janeiro é de 130 milímetros. Por duas vezes, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) atuou forte sobre o Ceará, mantendo Fortaleza debaixo de nuvens pesadas por vários dias. Nestes dois eventos de intensificação da ZCIT, a chuva foi volumosa também sobre Natal e João Pessoa. Na medição do Instituto Nacional de Meteorologia, Natal acumulou aproximadamente 325 milímetros de chuva, um quantidade extremamente elevada para Natal, num mês de janeiro, quando a média normal de chuva fica em torno dos 63 milímetros. Foi um dos janeiros mais chuvosos em Natal, em décadas. Em João Pessoa, a média de chuva em janeiro é de 81 milímetros, mas este ano choveu 223 milímetros, quase três vezes mais do que o normal. Maceió e Aracaju também tiveram chuvas bem acima do normal. Em Maceió choveu 139 milímetros em janeiro, 86% acima da média. Aracaju acumulou 102 milímetros, 75% acima do normal. Em Recife e em Salvador, janeiro está terminando com 36% de chuva acima do normal. Em São Luís choveu 35% a mais do que o normal. A única capital do Nordeste que teve menos chuva do que o normal foi Teresina. O total acumulado em janeiro foi de aproximadamente 152 milímetros, sendo que a média é de 248 milímetros. Choveu 39% abaixo da média.