Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

João Pessoa bate duplo recorde de frio e registra a chuva de 1 mês em 1 semana

18/07/2011 às 00:31
por Josélia Pegorim

Joã
o Pessoa, capital da Paraíba, registrou a menor temperatura mínima e a menor máxima de 2011 neste domingo. Na medição do Inmet - Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura mínima foi de 20,3°C. O recorde anterior era de 20,9°C, em 4 de junho. A temperatura máxima neste domingo em João Pessoa foi de apenas 23,8°C e o recorde anterior era de 25,0°C, em 12 de julho. O excesso de nuvens e de chuva explicam as baixas temperaturas registradas na capital da Paraíba. Choveu muito nos últimos dias e em apenas 7 dias, entre 10 e 17 de julho, a cidade recebeu toda a chuva que normalmente deveria cair durante todo o mês de julho. Neste período o total de chuva sobre João Pessoa foi de 291,4 milímetros, segundo o Inmet. A média normal de chuva para julho é de aproximadamente 290 milímetros. O fim de semana foi marcado por muita chuva na costa leste do Nordeste, por conta de uma nova "onda de leste" que chegou a região. Em João Pessoa choveu quase 142 milímetros entre 9 horas da sexta-feira, 15 de julho, até 9 horas deste domingo, dia 17. A "onda de leste"  é um fenômeno meteorológico típico da costa leste do Nordeste e é caracterizada por um aglomerado de nuvens carregadas que se forma no mar e avança para o litoral leste do Nordeste provocando chuva  forte e volumosa por alguns dias. Além de João Pessoa, choveu muito também nos últimos dois dias em Recife, Natal e Fortaleza.  Recife acumulou cerca de 180 milímetros de chuva entre 9 horas de sexta-feira e 9 horas deste domingo. Entre o sábado e o domingo choveu 102,2 milímetros, uma quantidade em 24 horas muito elevada em qualquer lugar. Natal acumulou 60,4 milímetros entre a manhã de sexta-feira e a manhã do sábado, 16 de julho. Em Fortaleza, choveu 53,4 milímetros neste mesmo período. Esta nova "onda de leste" que provocou toda a chuva nestas capitais do Nordeste já se dissipou e já não há mais risco de novos temporais neste início de semana.