Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Juiz de Fora (MG): chuva dos últimos três dias superou a média de novembro

29/11/2011 às 13:22
por Josélia Pegorim

Depo
is de três dias chuvosos, o ar continua muito úmido na região da zona da mata mineira nesta terça-feira. A chuva diminuiu, mas a quantidade de nuvens ainda é grande. Por volta do meio-dia chuviscava em algumas áreas de Juiz de Fora e a temperatura era de 18C.  As condições meteorológicas ainda são favoráveis a mais chuva sobre a zona da mata mineira na tarde e noite de hoje, nas não devem ocorrer temporais e nem chuva tão volumosa e persistente como nos últimos três dias. Segundo o Inmet, entre 10 horas de ontem e 10 horas de hoje choveu quase 43 milímetros em Juiz de Fora. Entre a manhã do sábado e a manhã de ontem, a chuva foi muito volumosa sobre a região, acumulando mais de 80 milímetros, a cada 24 horas. Foram 86,8 milímetros de sábado para domingo e 82,6 milímetros de domingo para segunda-feira. O total de chuva sobre Juiz de Fora entre os dias 26 e 29 de novembro foi de 212 milímetros, quantidade que supera a média normal de chuva para todo mês, que fica entre 190 e 210 milímetros. Em 29 de dias, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, Juiz de Fora acumulou quase 320 milímetros de chuva. No ano passado também choveu mais do que o normal em novembro, mas o total em 30 dias ficou em torno dos 280 milímetros. A chuva volumosa dos últimos três dias sobre Juiz de Fora, e muitas outras áreas de Minas Gerais, inclusive sobre Belo Horizonte, foi o efeito da passagem de uma frente fria que deixou grandes áreas de instabilidade sobre Minas Gerais. Nesta terça-feira, esta frente fria ainda estava fraca perto do Espírito Santo e as áreas de instabilidade haviam enfraquecido sobre Minas Gerais. Toda a chuva deste mês, em particular dos últimos três dias, deixou o solo encharcado. A situação é preocupante para os próximos dias, pois outra frente fria vai chegar ao Sudeste do Brasil. A partir de quinta-feira, as condições para chuva tendem a aumentar sobre Minas Gerais.