Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Lula ressalta importância do uso do etanol na São Paulo Indy 300

09/03/2010 às 16:10
por Redação

Presidente recebeu pilotos e organizadores da etapa brasileira da competição, que acontece no dia 14 de março
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu em Brasília no dia 2 de março os pilotos brasileiros e organizadores da São Paulo Indy 300. A prova vai abrir a temperada 2010 do Campeonato Mundial de Fórmula Indy e será na região do sambódromo de São Paulo, no dia 14 de março. São esperadas mais de 45 mil pessoas e ressalta a importância do Brasil no cenário internacional do automobilismo. O encontro reuniu os pilotos Hélio Castro Neves, Tony Kanaan, Bia Figueiredo, Vitor Meira, Mario Romancini, Mario Moraes e Raphael Matos; o presidente da Fórmula Indy, Terry Angstadt; representantes do Grupo Bandeirantes de Comunicação, além de Cleyton Pinteiro,  presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e Carlos Garcia, representante brasileiro da Indy Racing League. A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica) também participaram do grupo. A relevância do etanol brasileiro na Fórmula Indy como biocombustível utilizado na competição desde o ano passado, foi o assunto principal. "A firmeza e a determinação do presidente em aprovar a questão do biocombustível, mais ainda, o seu desejo de ver uma prova de Fórmula Indy correndo no Brasil com etanol significa a garantia de que a São Paulo Indy 300 será um sucesso absoluto", afirmou Marcelo Meira, vice-presidente da BAND. De acordo com Bia Figueiredo e Vitor Meira, Lula ressaltou a importância do biocombustível para a economia e para o meio ambiente. "Esse foi o primeiro contato do presidente com a Fórmula Indy. Ele ficou interessado em saber como é a categoria, sobre o uso do etanol brasileiro, que é muito importante para o país", afirmou Bia Figueiredo, referindo-se ao destaque dado pelo presidente a divulgação da tecnologia nacional em todo o mundo, por meio da categoria. Estima-se que pelo menos 8 mil litros do combustível de cana-de-açúcar sejam utilizados por temporada. De presente, Lula ganhou um capacete verde-e-amarelo da Fórmula Indy e uma credencial de piloto da Confederação Brasileira de Automobilismo. "Convidei o presidente para dar uma volta junto comigo. Como ele teve uns probleminhas de saúde recentemente, eu vou bem devagar. Prometi que não passarei de 300 km/h", brincou a piloto. A São Paulo Indy 300 será a primeira corrida de rua da IndyCar Series na América Latina. O traçado tem 4.180 metros de extensão, com direito a uma reta na Marginal Tietê de 1.500 metros, onde os carros devem passar dos 300 km/h. A cidade é a única do mundo a receber provas da Fórmula Indy e da Fórmula 1, as duas principais categorias do automobilismo, e também será sede de uma etapa do Campeonato Mundial de GT1 (FIA GT1 World Championship), a mais prestigiada competição de carros tipo turismo.