Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Maceió: chuva de junho supera o dobro do normal

28/06/2010 às 13:16
por Josélia Pegorim

Depo
is de um domingo chuvoso, Maceió ainda está com muitas nuvens. Já choveu na manhã de hoje, mas de forma rápida e não constante como ontem. O volume de chuva acumulado entre durante o domingo, madrugada e começo da manhã desta segunda-feira foi extremamente elevado. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 142,7 milímetros. Do dia primeiro de junho até 9 horas da manhã do dia 28, a capital alagoana já recebeu 669,2 milímetros de chuva, mais que o dobro do normal para junho, que tem média em torno dos 298 milímetros. Os números são grandes, mas Maceió já recebeu até quantidades de chuva maiores do que estas num passado recente. Durante o mês de maio de 2009 fora acumulados quase 750 milímetros, contra uma média de 341 milímetros. Historicamente, os meses de abril, maio, junho e julho são os mais chuvosos no litoral de Alagoas. Nestes meses, a chance de ocorrer tempestades e de problemas por conta da chuva é muito maior do que nos outros meses do ano. Outras localidades do litoral, da zona da mata e do agreste de Alagoas também já receberam muito mais chuva do que o normal para junho. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, em 28 dias, Palmeira dos Índios acumulou mais ou menos 250 milímetros, sendo que a média fica em torno dos 150 milímetros. Em Água Branca já choveu quase 300 milímetros este mês. Em Porto de Pedras, foram quase 450 milímetros em 28 dias. Grande parte do elevado volume de chuva que já caiu em Maceió e outras cidades alagoas neste mês de junho foi provocado durante a passagem de frentes frias e fenômenos conhecidos como ondas de leste, bandas de nuvens muito carregadas que crescem no mar e avançam para a costa, despejando grande quantidade de chuva em poucos dias. Até o fim da semana, não há previsão de que novas frentes frias alcancem o litoral de Alagoas. Mesmo assim, a situação ainda é preocupante porque as pancadas de chuva tendem a continuar nos próximos dias, ainda que mais fracas e intercaladas com períodos de sol. A chuva vai cair em áreas que já estão complemente encharcadas e o risco de deslizamento de terra permanece muito alto.