Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Madrugadas de novembro nas capitais da Região do Sul do Brasil estão mais frias do que o normal

17/11/2011 às 16:52
por Josélia Pegorim

ong>Florianópolis registra menor temperatura em mais de 30 dias A madrugada desta quinta-feira, 17 de novembro, foi a mais fria em Florianópolis em mais de 30 dias. A temperatura mínima registrada pelo Instituto Nacional de Meteorologia foi de 13,9ºC, a menor desde o dia 4 de outubro quando fez 13,3ºC. Curitiba, capital do Paraná, também teve uma madrugada fria, com temperatura mínima de 9,5ºC. Em Porto Alegre, o frio diminuiu nesta quinta-feira. A temperatura mínima foi de 15,2ºC, mas ontem fez 12,8ºC. Temperaturas abaixo dos 10ºC voltaram a se registradas nos três Estados da Região Sul. As menores, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, foram de 6ºC em Urubici, na serra de Santa Catarina, 7ºC em São José dos Ausentes e em Cambará do Sul, na serra gaúcha, e 8ºC em São Mateus, no Paraná. Novembro frio Voltou a esfriar no Sul do Brasil por conta de outra massa de ar polar que entrou no centro-sul do Brasil. Comparada com outras que já passaram pelo Sul e Sudeste nesta primavera, esta massa polar pode ser considerada moderada. Mas foi mais uma lufada fria para manter as temperaturas de novembro abaixo do normal. Em Florianópolis, a média da temperaturas mínimas registradas em 17 de dias de novembro está 1,5ºC abaixo do valor médio normal que é de 18,6ºC. A média das máximas está 0,5ºC abaixo do normal que é de 24,8ºC. Em Porto Alegre, em 17 dias de medição, a média das temperaturas mínimas está 1,0ºC abaixo do normal que é de 17ºC. A média das máximas está 0,5ºC acima do normal que é de 26,7ºC. Em Curitiba, a média das temperaturas mínimas de novembro, em 17 dias, está 1,2ºC abaixo do normal que é de 14ºC. As tardes de novembro na capital do Paraná estão sendo bem mais frias do que o normal. A média das temperatura máximas está 2,4ºC abaixo do normal que é de 24,5ºC. No próximo fim de semana, outra frente fria vai passar pelo Sul do Brasil provocando chuvas fortes. Depois da chuva, a temperatura cai um pouco, mas não desta vez a massa polar associada com a nova frente fria chegará fraca e não vai causar resfriamento acentuado e nem duradouro. Frio no centro-sul do Brasil na primavera Faltando pouco mais de um mês para o início do verão, massas polares ainda estão chegando ao centro-sul do Brasil com mais força do que o normal. O frio atípico e acima do normal é consequência do fenômeno climático La Niña que está facilitando a liberação de fortes pulsos de ar frio polar em direção ao centro-sul da América do Sul. Os dias mais frios desta primavera estão sendo sentidos no Sudeste e também no Sul do Brasil. O fenômeno La Niña deve continuar ativo também no verão.