Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Mais chuva no Sul e fumaça no Norte

02/12/2009 às 10:52
por Josélia Pegorim

ong>Mais chuva no Sul A trégua da chuva foi curta no Sul do Brasil. Depois de uma terça-feira com predomínio de sol e quase sem chuva, uma nova frente fria já está causando mudanças no tempo. Nuvens carregadas já se espalharam sobre o Rio Grande do Sul e várias localidades do Estado já registraram fortes rajadas de vento e chuvas moderadas a fortes no início da manhã desta terça-feira. Entre 9h e 10 horas, choveu cerca de 27 milímetros em Uruguaiana e uma rajada de vento chegou aos 75 km/h. Em Quaraí choveu 19 milímetros no mesmo período.  As medições foram feitas por estações meteorológicas automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia. As imagens de satélite mostram que as áreas de instabilidade da frente fria se espalham rápido. O alerta é para chuvas e ventos fortes no Rio Grande do Sul na tarde e noite de hoje. Cidades de Santa Catarina e Paraná, incluindo as capitais, também estarão sujeitas a fortes pancadas de chuva, porém no fim da tarde e à noite. Nesta quinta-feira, esta nova frente fria desloca-se rápido sobre a Região Sul e ainda poderá provocar chuvas fortes em Santa Catarina e no Paraná. As condições de chuva diminuem no Rio Grande do Sul, mas a Grande Porto Alegre, as cidades na serra, no planalto e no noroeste gaúcho ainda devem amanhecer com chuva. Além do Sul do Brasil, esta frente fria também vai facilitar a ocorrência de chuva e ventos fortes nos Estados de São Paulo e de Mato Grosso do Sul. cs4Kbm Fumaça e chuva escassa no extremo norte do Brasil No extremo norte do Brasil, a situação é oposta ao Sul. Nesta parte do país, que inclui os Estados do Amapá, Roraima, o norte do Amazonas e do Pará, a chuva continua escassa. Com a vegetação ressecada, o fogo das queimadas se espalha rapidamente e a fumaça invade as cidades, causando grande desconforto à população e prejudica o tráfego aéreo. A visibilidade nos aeroportos tem ficado comprometida em muitas horas, por conta da fumaça. Em Tucuruí, no Pará, a visibilidade aeroporto local baixou para apenas 1000 metros por volta das 9 horas. Manaus voltou a amanhecer com muita fumaça nesta quarta-feira. A visibilidade no aeroporto internacional Eduardo Gomes diminuiu para 800 metros, às 9 horas.