Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Mais sol e calor no Sul

28/10/2014 às 13:29
por César Soares

A formação de um bloqueio atmosférico garante o tempo firme, o sol e o calor sobre a Região Sul do Brasil. Desde o domingo (26), uma alta pressão atmosférica se formou em níveis médios e altos da atmosfera, impedindo a passagem de sistemas organizados e favorecendo a queda de umidade relativa do ar.

Nos altos níveis atmosféricos (250hPa) é possível verificar a corrente de ventos em um formato de "ferradura" sobre a Região Sul, essa condição impede a chegada de sistemas organizados como as frentes frias.

Em níveis médios atmosféricos (500hPa) há a presença de um sistema de alta pressão, giros no sentido anti-horário (contrário aos ponteiros do relógio) que favorecem a descida do ar mais seco das camadas mais altas da atmosfera para as camadas mais baixas impedindo a formação de nebulosidade ou de chuva.

As imagens do satélite meteorológico mostram que poucas nuvens conseguem avançar pela Região Sul. O predomínio é dos tons em marrom no canal do infravermelho realçado, o que indica pouca nebulosidade, um ar um pouco mais seco e temperaturas mais altas.

Ao meio-dia pela medição das estações automáticas do INMET a temperatura em Alegrete-RS, Fronteira Oeste, era de 34,4°C, a sétima mais alta do país no horário. Às 13h a estação automática de Uruguaiana-RS, registrava 35,7°C.

Mudanças no tempo na quarta-feira

E as mudanças no tempo vão ocorrer, já na quarta-feira (29) são esperadas pancadas de chuva pré-frontais (antes da chegada da frente fria) nas regiões da Campanha, Fronteira Oeste e sul gaúcho. As demais áreas do Sul ainda terão tempo firme e sol forte.

Atenção para a quinta-feira (30) dia em que são esperados temporais generalizados sobre o Rio Grande do Sul e fortes pancadas de chuva em Santa Catarina e Paraná. As únicas áreas que não devem ter pancadas de chuva são o leste catarinense e paranaense, incluindo as respectivas capitais. Essa condição se deve a passagem de uma forte frente fria que consegue romper a condição de bloqueio e umidificar o ar. O choque entre as massas de ar de propriedades diferentes, isto é, uma massa de ar mais seca e quente com uma massa de ar mais fria e úmida, favorece a formação de grandes nuvens que podem provocar temporais.