Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Muita chuva e vento no Sudeste

21/09/2009 às 21:05
por Josélia Pegorim

Rio de Janeiro

A chuva não deu trégua ao Rio de Janeiro desde a noite do domingo e aumentou no fim da tarde desta segunda-feira, caindo moderada a forte em algumas áreas da cidade. Houve alagamentos em alguns bairros. A chuva mais volumosa foi observada em bairros da região central, nas zonas norte e sul da cidade. Segundo as medições da Geo-Rio, choveu cerca 30 mm em apenas 1 hora (entre 18:40h e 19:40h) na estação do Grajaú, na zona norte. Em ter 15h e 19 h, o volume de chuva acumulada chegava a 48 mm no Sumaré, a 37 mm na Tijuca, 35 no Grajaú, 30 mm na Urca e em Laranjeiras. O Rio de Janeiro terá mais chuva até o fim da semana.

São Paulo

Chuva forte e ventania foi observada nesta segunda-feira em várias áreas do Estado de São Paulo. As cidades mais afetadas pela chuva volumosa e ventos fortes foram do norte e noroeste do Estado. Em Ribeirão Preto, uma rajada de vento chegou a 82 km/h, às 15 horas. Várias árvores foram derrubadas na cidade. Em Pradópolis, perto de Ribeirão, choveu cerca de 55 mm entre 15h e 19h e o vento chegou a 55 km/h, às 17 horas. Em Casa Branca não choveu muito, mas uma rajada de vento chegou aos 58 km/h, às 17 horas. Em Votuporanga foram acumulados perto de 19 mm até as 19h e o vento chegou a 48 km/h. José Bonifácio teve rajada de 51 km/h. São Carlos acumulou cerca de 18 mm, até as 19h. Um dos maiores volumes de chuva nesta segunda-feira ocorreu em Itapeva, no sul do Estado que acumulou cerca de 22 mm. As nuvens que provocaram a chuva e o vento forte começaram a se formar no vizinho Mato Grosso do Sul e avançaram para São Paulo. O ar quente que já predominava no norte paulista ajudou a deixar as nuvens mais carregadas.

Minas Gerais

O calor, a umidade alta e também nuvens que se deslocaram de São Paulo para Minas Gerais nesta segunda-feira provocaram chuva e ventos fortes em várias localidades. As fortes pancadas começaram já no início da tarde, no Triângulo Mineiro. Por volta do meio-dia, as rajadas chegaram a 57 km/h em Uberaba. Em Araxá, uma rajada chegou a quase 60 km/h, à 1 hora da tarde. Nuvens muito carregadas cresceram também na Grande Belo Horizonte, depois de uma tarde com calor de até 29ºC. Na capital mineira, a chuva começou no meio da tarde, acompanhada de ventos fortes. O aeroporto Carlos Prates registrou ventos de 61 km/h, às 16h15. No aeroporto da Pampulha, o vento chegou a quase 50 km/h. A estação meteorológica do Instituto Nacional de Meteorologia, também na Pampulha, detectou ventos de 62 km/h. No aeroporto de Confins, o vento chegou a 41 km/h, por volta das 15 horas. Choveu e ventou forte também em áreas do sul de Minas Gerais. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, nas suas medições automáticas, Poços de Caldas acumulou quase 41 mm, só até as 19 horas. Em Passos, uma rajada de vento chegou aos 54 km/h, no meio da tarde. Cidades ao sul de Belo Horizonte registraram muita chuva na tarde desta segunda-feira, quando nuvens pesadas passaram sobre o centro-sul mineiro. Em Ouro Branco choveu 30 mm, entre meio-dia e 19h. Em São João Del Rey foram acumulados quase 62 mm de chuva, entre 14h e 19h, mas quase toda da chuva caiu entre 14h e 16h. Em Passa Quatro, no sul de Minas, choveu 25 mm até 19h e o vento chegou a 48 km/h. Tudo isto foi só o começo da chuva no Sudeste esta semana.  O tempo vai permanecer bastante instável nos próximos dias. Além da alta umidade e do ar relativamente quente, outra frente fria chega na quarta-feira aumentando a chuva. Até lá, outros eventos de chuva e ventos fortes vão ocorrer em grande parte da Região. Não há expectativa de eventos extremos no norte miniro e nem no Espírito Santo, até a quinta-feira.