Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Muita chuva em Mato Grosso

01/01/2011 às 09:04
por Josélia Pegorim

Gran
des volumes de chuva foram acumulados em áreas de Mato Grosso na passagem de 2010 para 2011. Entre 9 horas do dia 31 de dezembro 9 horas de primeiro de janeiro, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou mais de 100 milímetros em várias localidades do noroeste e oeste do Estado. Em Pontes de Lacerda, o acumulado neste período chegava aos 115 milímetros. Em Nova Maringá choveu 113 milímetros e a região de Vila Bela da Santa Trindade acumulava 105 milímetros. As áreas de instabilidade que provocaram toda esta chuva estão espalhadas por todo o Centro-Oeste e são formadas pela combinação de muita umidade e calor. A circulação de ventos em médios e altos níveis da atmosfera ajuda a concentrar o calor e a umidade sobre a Região, o que facilita a formação freqüentes das nuvens carregadas que provocam muita chuva. Esta é uma situação bastante comum no Centro-Oeste nesta época do ano. O dia primeiro de janeiro de 2011 amanheceu com muitas nuvens e chuva por quase toda a Região. Em Brasília, neste sábado ocorre a posse do novo presidente do Brasil, as pancadas de chuva também aconteciam pela manhã. Até a segunda-feira, 3 de janeiro, estas grandes áreas de instabilidade se intensificam em particular sobre o Mato Grosso, Goiás e no Distrito Federal. A chuva não só vai continuar, como poderá ser forte e volumosa em muitas áreas. O estado de Mato Grosso do Sul terá períodos com sol, mas as pancadas de chuva também serão freqüentes e pode ser fortes. Volume de chuva acumulado previsto pelo modelo atmosférico global dos Estados Unidos para o período de 1 a 7 de janeiro de 2011.