Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Muita chuva no PR, em SP e em MS

02/07/2015 às 14:31
por Josélia Pegorim

Fortes áreas de instabilidade se desenvolvem entre o Paraguai, o Paraná, São Paulo e o Mato Grosso do Sul espalhando nuvens carregadas com potencial para a provocar chuva forte e volumosa. A população destes estados e do centro-oeste do Paraguai deve ficar atenta e preparar-se para muita chuva nas próximas 48 horas. Até a madrugada ou manhã do sábado, 4 de julho, muitas áreas poderão receber mais de 100 mm de chuva, o que representa quase a média de chuva para a todo o mês de julho.

As imagens de satélite mostram que as nuvens mais carregadas (manchas em azul claro) se espalham rapidamente.

 

 

 

A medição das estações automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia já indicava em 12 horas (do começo da madrugada até o início da tarde de 2 de julho) um acumulado de 21 mm em Ponta Porã (MS), 20 mm em Presidente Prudente (SP) e de 16 mm em Goioerê (PR).

 

Nesta sexta-feira, 3, uma nova frente fria, forte, avança sobre o Sul do Brasil intensificando as áreas de instabilidade. A situação é de atenção porque a persistência destas áreas de instabilidade vai fazer com que grandes volumes de chuva sejam acumulados. Há potencial para alagamentos nas cidades e até deslizamentos de terra.

 

Vem muito frio aí e tem gente que não tem roupas quentes. Participe da Campanha do Agasalho 2015!

 

O mapa mostra a estimativa do volume de chuva que poderá ser acumulado até o dia 5 de julho sobre o Sul do Brasil, em parte de São Paulo e de Mato Grosso do Sul.

 

 

 

Frio intenso à vista

 

Sul e Sudeste tem cidades que estão entre as mais frias do Brasil