Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Muito calor e vento muito forte no Sul

19/11/2009 às 21:04
por Josélia Pegorim

A ma
temática é simples. Quando temos calor e frente fria, o resultado são temporais. A presença de uma forte massa de ar quente e de áreas de instabilidade que foram reforçadas com a chegada de uma frente fria determinaram uma quinta-feira de sol, calor intenso, pancadas de chuva e fortes rajadas de vento no Sul do País. O calor de ontem foi record em Curitiba. A capital paranaense registrou a tarde mais quente do ano, até agora, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia nesta última quinta-feira. A máxima chegou a 33,9 graus. No litoral paranaense tivemos um aquecimento ainda mais intenso em virtude do vento noroeste que provocou forte elevação da temperatura ao descer a Serra do Mar. Na região de Morretes a temperatura chegou a 41,7 graus de acordo com o INMET.  Em Antonina, o SIMEPAR, registrou máxima de 40 graus. Em Santa Catarina o dia também foi de calor excessivo. Em Indaial, no litoral catarinense, a máxima chegou a 39,4 graus. Em Criciúma, no sul do Estado, a temperatura chegou a 38 graus. Em Florianópolis os termômetros marcaram 34 graus no aeroporto Hercílio Luz. No Rio Grande do Sul o dia ainda foi muito abafado. Em Cruz Alta, no noroeste do Estado, a temperatura chegou a 38 graus. Em Porto Alegre a máxima ficou perto de 32 graus. As áreas de instabilidade que já estavam sobre o sul do Estado na manhã da quinta-feira evoluíram rapidamente com o deslocamento de uma frente fria pela Região. O choque desta frente fria com o ar quente e úmido favoreceu a formação de muitas nuvens carregadas que provocaram pancadas de chuva com fortes rajadas de vento no centro-leste gaúcho ainda pela manhã e no começo da tarde.  Em Porto Alegre, as rajadas de vento chegaram a 94 km/h às 13h. Em Mostardas, no litoral gaúcho, o vento foi ainda mais intenso. Neste mesmo horário, houve registro de uma rajada de vento de 140 km/h. Ventou muito forte também Tramandaí e em Torres. As rajadas chegaram a 133km/h e a 95 km/h, respectivamente. A partir do meio da tarde as áreas de instabilidade avançaram para Santa Catarina e provocaram temporais, principalmente, no centro-leste do Estado. No cabo de Santa Marta, houve uma rajada de vento de 104 km/h às 16h. Depois do calorão de 38 graus o tempo virou rapidamente em Criciúma. Rajadas de vento de até 72 km/h atingiram a região e a temperatura caiu 13 graus em apenas 1 hora. Em Florianópolis a tarde também foi de mudanças bruscas.  As nuvens carregadas provocaram pancadas de chuva na capital e rajadas de vento de 74 km/h por volta de 17h. No Sudeste do País o calor também foi excessivo durante a quinta-feira. Na cidade de São Paulo a máxima chegou a 33 graus. Na Baixada Santista tivemos máxima de 38 graus na base aérea do Guarujá. O INMET registrou máxima de 39,2 graus em Iguape. Na cidade do Rio de Janeiro, a máxima chegou a 39,8 graus na estação da Praça Mauá.