Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Muito frio no centro-sul do Brasil. Madrugada de sexta-feira ainda será gelada

04/08/2011 às 10:29
por Fabiana Weykamp

Uma
grande massa de ar polar avança sobre o Brasil e derrubou ainda mais a temperatura nesta quinta-feira (04 de agosto). Várias cidades amanheceram com geada. De acordo com os dados do Instituto Nacional de Meteorologia, foram registradas hoje temperaturas de: Rio Grande do Sul: 1,3°C em Passo Fundo, 1,2°C em Cruz Alta, 0,6°C em Soledade, 0°C em Santa Rosa, -0,4°C em Lagoa Vermelha e -1,3°C em São José dos Ausentes. Santa Catarina: 3,0°C em Chapecó, -0,7°C em Caçador, -2,0°C em São Joaquim e -5,4°C em Urubici. Paraná: 2,0°C em Londrina e em Maringá, 1,3°C em Castro, 0,2°C em Ivaí e -0,4°C em Campo Mourão. Mato Grosso do Sul: 0,2°C em Rio Brilhante e 0,1°C em Amabaí. São Paulo: 1,0°C em Valparaíso, 0,8°C em Ourinhos, 0,4°C em Avaré, -0,7°C em Campos do Jordão e -1,0°C em Rancharia. Minas Gerais: 0°C em Monte Verde. Entre a noite de ontem e a madrugada desta quinta-feira voltou a nevar em algumas áreas do Sul do Brasil. Em Lages (SC) e em Bom Jesus (RS), houve registro de neve fraca e em São Joaquim (SC), a neve caiu com moderada intensidade. O ar polar chegou até o sul da Região Norte. Em Vilhena, no sul de Rondônia, o aeroporto local registrou apenas 11 graus nesta manhã. Madrugada de sexta-feira ainda será muito fria com condições para geada As figuras abaixo mostram a posição do centro desta massa fria. No período da manhã desta quinta-feira o modelo GFS indica o centro da Alta Pressão entre o Paraguai e a Bolívia, com valor de 1026 hPa. Ao longo do dia, o centro desloca-se para leste e intensifica, com valor de 1028 hPa. A madrugada de sexta-feira ainda será muito fria. Várias localidades do Sul do Brasil devem registrar temperaturas abaixo de zero grau. Há condições para a formação de geada em quase todo o interior da Região. Além do Sul do Brasil, também há condições para a formação de geada em áreas do Estado de São Paulo, do Sul de Minas, da Zona da Mata Mineira e da região serrana do Rio de Janeiro. No fim de semana o centro da massa fria desloca-se para o oceano e a temperatura volta a subir em todas as áreas.