Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Muitos ciclones no Hemisfério Sul

10/03/2015 às 16:41
por César Soares

Os meses de verão são aqueles nos quais os movimentos atmosféricos ocorrem de uma forma intensa. É exatamente neste período em que observamos a maior ocorrência de trocas de massas de ar entre as regiões dos subtrópicos, de 20° de latitude até 30°, com os extratrópicos, de 30° até 60° de latitude. Um desses agentes de trocas de massas é o ciclone extratropical que por meio da frente fria leva o ar frio, de áreas de maior latitude, para áreas mais quentes, de latitudes menores, e o ar mais quente para áreas mais frias por meio da frente quente.

Mas não são apenas os ciclones extratropicais que se formam nesta época do ano. Em áreas com a superfície do oceano bastante aquecida há o risco da formação dos ciclones tropicais, ou estágios anteriores desse tipo de formação como, por exemplo, as tempestades tropicais e as depressões tropicais.

Ao olhar as correntes de vento sobre o Hemisfério Sul é possível verificar a presença destes tipos de sistema.

A depressão subtropical sobre a costa sul brasileira ainda deve se intensificar ao longo dos próximos dias e evoluir para um ciclone subtropical. Seguindo a lista de nomes definida pela Marinha do Brasil, o sistema deverá ser batizado com o nome Cari, caso isso ocorra. O ciclone tropical Nathan era considerado um ciclone de 1 na manhã de 10 de março, com ventos constantes de 85 km/h e rajadas de 120 km/h. Mas a previsão do serviço nacional de meteorologia da Austrália é de que ele se intensifique podendo chegar a categoria 3 na quinta-feira, 12, Pam vai se intensificar também, mas não deve atingir a costa australiana. A baixa pressão tropical que está na costa noroeste da Austrália também pode ganhar força e se tornar um ciclone tropical de categoria 1 até a manhã do dia 12 de março. A previsão do serviço de meteorologia australiano indica até uma possibilidade de chegar a categoria 2 na sexta, 13. Em Madagascar a tendência é de enfraquecimento do sistema que já foi conhecido como Haliba.