Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Neblina e cinzas de vulcão atrapalham funcionamento de aeroportos no Brasil

13/06/2011 às 14:58
por Redação

A si
tuação dos aeroportos no Sul e no Sudeste no Brasil está critica. Além dos problemas causados pela nuvem de fumaça que se formou em decorrência do vulcão Puyehue - Cordón Caulle, no Chile, as duas Regiões estão sofrendo com as neblinas e nevoeiros que causam pouca visibilidade e prejudica vôos e decolagens. Em São Paulo, o Aeroporto de Congonhas e o Campo de Marte o nevoeiro encobriu a cidade e suspendeu vôos, o de Congonhas, na zona Sul da capital, ficou parado por 10 minutos e retornou às suas atividades com ajuda de instrumentos e no Campo de Marte, as atividades que começam normalmente às 6h, atrasaram muito por causa da falta de visibilidade, às 9h30, os vôos ainda estavam suspensos no terminal. O aeroporto internacional de Guarulhos não teve tantos problemas em relação ao nevoeiro. Ele trabalhou pela manhã desta segunda-feira com ajuda de aparelhos. Mas no final de semana, muitos passageiros passaram nervoso no terminal. Isso por causa das cinzas chilenas, no domingo, as atividades do vulcão se intensificaram. A Companhia aérea TAM informou que todos os vôos para a Argentina e para Montevidéu foram cancelados, a Gol também cancelou as decolagens para Buenos Aires, Rosário e Montevidéu. Além dos aeroportos em São Paulo, o aeroporto Afonso Pena, localizado em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba também teve dificuldades para pousos e decolagens nesta manhã por conta da neblina, um vôo atrasou e outros 4 foram cancelados. A Aerolíneas Argentinas também cancelou vôos para Buenos Aires ou que fizessem escala na capital até as 14h de hoje. A preocupação é grande, pois a nuvem de cinzas avança rapidamente sobre o território argentino e segue em direção ao Brasil, principalmente por causa de um ciclone extratropical na costa da Patagônia que sopra ventos fortes para o Centro e o Norte argentino. A previsão é que a nova nuvem chegue ao Rio Grande do Sul ainda nesta segunda-feira e há ainda a possibilidade de chover cinzas como aconteceu na semana passada. As cinzas do vulcão já afetaram vôos na Austrália.