Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Pouca chuva para os reservatórios de SP

01/04/2015 às 16:39
por Josélia Pegorim

Desd
e o dia 23 de março os mananciais que abastecem a Grande São Paulo desde estão tendo dias secos ou com chuva muito fraca. Abril começou com predomínio de tempo seco. Segunda medições da Sabesp, a última vez que choveu de forma moderada foi entre os dias 29 e 30 de março quando choveu 16,4 mm sobre o Cantareira, 11,2 mm sobre o Guarapiranga e 7,3 mm sobre o Alto Tietê. A falta de chuva dos últimos dias já está refletindo negativamente nível de armazenamento dos reservatórios. Entre 31 de março e 1 de abril, o Guarapiranga teve queda de 0,2 e o Alto Tietê baixou 0,1%. O Cantareira ainda teve uma ligeira alta de 0,1%. Mas o Alto Cotia baixou 0,2%, o sistema Rio Grande teve queda de 0,4% e o nível do Rio Claro diminuiu 0,3%. Na manhã de 1 de abril, segundo a Sabesp, o nível de armazenamento do Cantareira era de 19,1%, do Alto Tietê de 22,7% e do Guarapiranga de 85,0%. Pouca chuva em abril A previsão indica pouca chuva para a primeira quinzena de abril.  Entre os dias 4 e 6 de abril, a passagem de uma frente fria poderá provocar chuva moderada a forte, mas este deve ser a única possibilidade de chuva volumosas sobre o Cantareira e sobre os demais mananciais que abastecem a Grande São Paulo. Os demais dias devem ser com pouca ou nenhuma precipitação.   Cantareira continua abaixo do nível útil Com 19,0% de armazenamento em 1 de abril, nível de água no sistema Cantareira continua abaixo do nível mínimo para a captação normal (volume útil). Com a expectativa de chuva moderada forte no começo da próxima semana é possível que a tendência de elevação continue por mais alguns dias até o fim da primeira quinzena de abril. Mas a expectativa é de pouca chuva para a segunda quinzena do mês e é pouco provável que o nível mínimo do volume útil seja alcançado.