Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Nova friagem no Norte do Brasil pode causar recordes de frio

17/07/2012 às 20:35
por Josélia Pegorim

A te
mperatura voltou a baixar no Acre e em Rondônia nesta terça-feira, com a chegada de ventos frios polar. Estes dois Estados da Região Norte sentiram uma nova a friagem, como é chamada por lá a queda da temperatura provocada pelo ar polar. O ar frio é parte de uma grande massa polar que está muito forte no Sul do Brasil. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 12ºC em Vilhena, no sul de Rondônia. A temperatura mínima na segunda-feira ficou em torno dos 18ºC. Na capital, Porto Velho, a temperatura máxima nesta terça-feira ficou pouco acima dos 25ºC, depois do calor de quase 33ºC na tarde de segunda. A friagem também foi sentida no Acre. Na capital, Rio Branco, a temperatura máxima medida pelo Instituto Nacional de Meteorologia ficou em torno dos 24ºC nesta terça-feira. A temperatura mínima ficou em 17ºC, 3 graus a menos do que na segunda-feira.   Friagem pode causar recordes de frio Esta é a segunda friagem no Acre e em Rondônia em pouco mais de uma semana e não deve causar novos recordes. Entre os dias 8 e 9 de julho, outra massa polar passou com mais força por estes estados, provocando recordes de frio para 2012. A madrugada de 9  de julho foi a mais fria do ano até agora em Porto Velho, com temperatura mínima de 15,4ºC, na medição do Instituto Nacional de Meteorologia. Em Rio Branco, a tarde de 8 de julho foi a mais fria desde ano, com temperatura máxima de apenas 20,3ºC, registrada pelo mesmo Instituto. Até a manhã de quinta-feira, 19 de julho, o ar polar atua com força sobre o Acre e Rondônia e há chance de novos recordes de frio. A maior chance de novo recorde é em Rio Branco, que poderá registrar a menor temperatura do ano. Até agora, este valor é de 14,3ºC, em junho passado.