Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

O país dos raios

10/11/2010 às 13:23
por Josélia Pegorim

O pa
ís dos raios No ranking mundial de raios, o Brasil está em primeiro lugar. Por sua posição geográfica no globo e relevo local, o país passa pelo menos metade do ano sob a influência de massas de ar úmidas e quentes, que geram as grandes nuvens cumulonimbos responsáveis pela maioria dos raios que ocorrem na atmosfera. A umidade alta e o calor são os ingredientes básicos para a formação destas nuvens. Tecnicamente o raio é uma descarga elétrica que ocorre de uma nuvem e vai para o chão. As descargas elétricas podem acontecer também de uma nuvem para outra, da nuvem para o ar, sem chegar ao solo, e ainda da nuvem para o espaço planetário. Este é um ramo da meteorologia que ainda é muito estudado, não só para o melhor entendimento de como o ar e as nuvens geram as descargas elétricas, mas também para poder aproveitar a fenomenal energia liberada pelas descargas elétricas. Num dia quente e úmido, as nuvens cumulonimbus podem se formar facilmente em quase todo o Brasil. Além da chuva forte, podem causar ventos fortes, os trovões e os raios. O barulho do trovão assusta muita gente, mas a intensa rajada de vento e o raio liberados destas nuvens, matam. A chance de uma pessoa ser diretamente atingida por um raio é de uma em milhão, o que dá um número muito pequeno. O problema é que a maioria das  mortes ocorre pelos efeitos indiretos dos raios. A descarga elétrica entra na rede de energia urbana e chega às residências, danificando aparelhos eletroeletrônicos e a rede elétrica. Um raio pode cair numa substação de alta tensão, numa árvore, desencadear incêndios ou entrar ainda pela rede de telefonia. Os efeitos são múltiplos e perigosos. Com as pancadas de chuva acontecendo com o maior regularidade sobre o país e o aumento do calor, a chance de ocorrência de tempestades com raios fica cada vez maior. Nos próximos dias, a maioria das áreas das Regiões Sudeste, Centro-Oeste e Norte do Brasil terão condições favoráveis para a ocorrência de chuvas fortes e raios.