Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

O que provocou a chuva intensa em Itaóca (SP)?

14/01/2014 às 12:00
por Josélia Pegorim

A cidade de Itaóca no vale do Ribeira, sul de São Paulo, na divisa com o Paraná, foi parcialmente destruída devido a chuva intensa que ocorreu na região entre a noite de 12 de janeiro, domingo, e a madrugada de 13 de janeiro de 2014, segunda-feira. O grande volume de chuva, em pouco tempo, causou o transbordamento repentino do rio Palmital. Os noticiários relataram que a enxurrada arrastou carros. Até a manhã do dia 14, a Defesa Civil Estadual havia confirmado a morte de 1o pessoas. A sequência de imagens do radar meteorológico de São Roque, operado pela Aeronáutica, mostra os núcleos de chuva forte (cor vermelha) que passaram sobre Itaóca, que está dentro do círculo preto. Vários fatores causaram a chuva intensa sobre Itaóca - o ar já estava muito quente e úmido - durante o fim de semana, a circulação dos ventos sobre o Brasil, em diversos níveis atmosféricos, começou a forçar uma concentração do calor e da umidade entre São Paulo e o Paraná, intensificando e bloqueando as áreas de chuva também sobre a região de Itaóca - as áreas de chuva atuaram por várias horas seguidas sobre a região

O CIIAGRO  - Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas - tem uma  estação meteorológica em Itaóca, mas o último registro de chuva disponível para consulta nesta terça-feira, 14, era o do dia 10 de janeiro, às 4 horas da madrugada. Mas em Apiaí, uma cidade vizinha a Itaóca choveu o CIIAGRO registrou 81 mm de chuva entre 7 horas de 12 de janeiro até 7 horas de 13 de janeiro de 2014. Em Itaóca, a quantidade de chuva pode ter sido parecida. Mais chuva Nos próximos dias, as áreas de instabilidade persistem sobre São Paulo e a região de Itaóca poderá ter novos temporais até a sexta-feira. A passagem de uma frente fria pelo litoral paulista entre quinta e sexta-feira vai ajudar a formar mais áreas de chuva.