Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Painel Meteorológico - destaques de 05/05/2015

05/05/2015 às 23:51
por Josélia Pegorim

ong>Novo recorde de frio em Porto Alegre (RS) A madrugada de5 de maio foi a mais fria do ano até agora em Porto Alegre. A temperatura mínima registrada pelo Instituto Nacional de Meteorologia foi de 8,5°C. Saiba mais Recorde de frio em Campo Grande (MS) Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, registrou a menor temperatura de 2015 até agora. A madrugada de 5 de maio foi a mais fria do ano, com a temperatura mínima de 15,5°C, pela medição do  Instituto Nacional de Meteorologia. Temperatura abaixo de 10°C em Mato Grosso do Sul Madrugada mais fria de 2015 no Brasil - primeira temperatura negativa de 2015 O Epagri-Ciram registrou 0,4°C negativos em Urupema. Esta é a menor temperatura no Brasil este ano e primeira abaixo de zero. Leia mais   Menores temperaturas e geada As baixas temperaturas registradas no Sul do Brasil permitiram a formação de geada em muitas áreas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. O Instituto Nacional de Meteorologia confirmou ainda geada nas regiões gaúchas de Bom Jesus, Pelotas, Santa Maria e Caxias do Sul . Em Santa Catarina geou em São Joaquim, Chuva de maio supera a média em Belo Horizonte A média de chuva para maio em Belo Horizonte é de aproximadamente 30 mm, tecnicamente um valor baixo. Leia mais  Cinzas vulcânicas próximas do Rio Grande do Sul novamente Nesta terça-feira, as cinzas (VA – volcanic ash, em inglês) apareceram em grande área sobre o Uruguai, passando sobre a região de Durazno, Montevideo e Maldonado. Na imagem do satélite Terra/MODIS, operado pela NASA, a pluma de cinzas vulcânicas é a mancha esfumaçada que passa pelo litoral do Uruguai e avança sobre o mar. Leia mais   Um furacão precoce na costa leste dos Estados Unidos? NHC levantou a chance de 20% de formação do fenômeno. Saiba mais   Chuva surpreende em MG Áreas de instabilidade de uma frente fria provocaram chuva moderada a forte sobre Minas Gerais e Espírito Santo. Áreas de instabilidade tropicais provocaram muita chuva sobre Rondônia.