Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Por que não houve recorde de calor no Rio?

12/11/2013 às 21:18
por Josélia Pegorim

ong>42°C com sensação de quase 50°C, mas sem recorde  Uns adoraram, outros amaldiçoaram o calor extremo que fez na cidade do Rio de Janeiro nesta terça-feira, 12 de novembro de 2013. Os termômetros à sobra atingiram quase 42°C em algumas áreas e a sensação térmica foi de um calor beirando os 50°C, mas o Rio não bateu o recorde de calor do ano. O recorde atual oficial é de 40,9°C em 8 de janeiro, registrado na Saúde.
Aeroporto 12 nov 2013 8 jan 2013
Jacarepaguá (zona oeste) 41°C 38°C
Santos Dumont (zona central) 41°C 38°C
Tom Jobim (zona norte) 40°C 37°C
Campo dos Afonsos (zona oeste) 39°C 37°C
Base área Santa Cruz (zona oeste) 38°C 36°C
 Por que não houve recorde de calor? O Instituto Nacional de Meteorologia é o responsável pelas medições meteorológicas técnico-científicas na cidade do Rio de Janeiro, como ocorre em ouras centenas de locais do país. Os recordes de qualquer variável (chuva, temperatura, pressão, etc) depende da comparação com uma série de dados coletados e armazenados por muitos anos. Para estudos climatológicos, é importante ter uma longa a série de medições num mesmo local. O mais antigo local de medição regular do Rio, o Aterro do Flamengo, foi desativado há vários. Outro ponto de medição com longa série de dados, a estação de Bangu, também parou de operar em 2004. Atualmente, o Instituto Nacional de Meteorologia trabalha com medições de várias estações meteorológicas. Normalmente se usa um local de referência para comparação e se estabelecer um recorde. No Rio de Janeiro, o Instituto Nacional de Meteorologia usa vários locais. Nesta quarta-feira, até 16h, a temperatura não havia passado dos 40,9°C de 8 de janeiro em nenhum ponto de medição regular do Instituto Nacional de Meteorologia. Assim,não se pode contabilizar um novo recorde. Ventos frios chegam ao Rio nesta quarta e o ar esfria. Confira a temperatura no Rio para os próximos dias.