Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Pouca chuva no interior paulista

17/04/2012 às 16:38
por Aline Tochio

O in
terior do Estado de São Paulo vem recebendo pouca chuva desde o início de 2012. Em janeiro, quase todo o Estado teve chuva volumosa, mas a partir de fevereiro os acumulados de chuva caíram quase drasticamente. Desde então, órgãos de medição vem registrando chuva abaixo do normal. Confiram os dados de algumas cidades do centro-norte e oeste paulistas.   ARAÇATUBA Em Araçatuba, em janeiro choveu muito acima da média, que é de 227 mm, segundo dados da Defesa Civil do Estado. O acumulado chegou a quase 430 mm. Já em fevereiro a chuva acumulou 84,4 mm, quase 100 mm a menos do que normalmente chove. A média é de 186,4 mm. O mês de março registrou chuva em apenas 11 dias, acumulando 78,3 mm. A média climatológica é de 131,1 mm. Em abril, tivemos um evento de chuva volumosa no dia 08, com acumulado que chegou a 44 mm. Por causa disso, o total acumulado neste mês está em 59,2 mm, próximo da média, que é de 61,5 mm.   BARRETOS Em janeiro, a Defesa Civil do Estado de SP registrou 268 mm de chuva em Barretos, sendo que a média climatológica é de 261,4 mm. Em fevereiro a chuva caiu bastante. Em 13 dias o acumulado chegou a 83,7 mm, 63% abaixo da média, que é de 227,4 mm. No mês de fevereiro também houve registro de chuva em apenas 13 dias, com acumulado de 71 mm. Mais uma vez abaixo da média, que é de 182,2 mm. Abril teve um episódio de chuva volumosa, com 32 mm no dia 16. O acumulado até agora é de 37,6 mm, 47% do que normalmente chove durante o mês.   CATANDUVA Este ano choveu muito pouco também na região de Catanduva, em relação ao que normalmente chove. Em janeiro a chuva ficou bem perto da média, com acumulado de 220 mm. Mas em fevereiro e em março o acumulado caiu para 80 mm, sendo que as médias climatológicas são de aproximadamente 219,1 e 171,9 mm, respectivamente. Em abril choveu em apenas 1 dia, acumulando 7,5 mm. Normalmente chove 65 mm em abril na cidade.   MARÍLIA 2012 também começou chuvoso em Marília. A Defesa Civil do Estado registrou 300 mm em janeiro, 34% acima da média, que é de 223,3 mm. Mas assim como nas cidades anteriores, em fevereiro a quantidade de chuva diminui bastante, e a cidade fechou o mês com 109 m acumulados. A média climatológica é de 204 mm. Em março a situação piorou. Choveu em apenas 5 dias, acumulando 12,4 mm. A média do mês é de 136,7 mm. No mês de abril, houve registro de chuva entre os dias 09 e 15, acumulando 44 mm. A média do mês é de 65,2 mm.   PRESIDENTE PRUDENTE O mês de janeiro foi de chuva dentro da média (218 mm), mas em fevereiro a chuva ficou abaixo da média. De acordo com medições do INMET, a chuva acumulou quase 100 mm, sendo que a média de fevereiro é de 160 mm. Em março, houve divergência nos diferentes pontos de medição da cidade. Segundo o INMET, houve registro de chuva em apenas 4 dias do mês, que acumularam cerca de 70 mm, o que corresponde a 50% da média climatológica de março. Já no ponto de medição da Defesa Civil, no dia 27 houve uma pancada de chuva que acumulou 60 mm. Com isso o total registrado no mês foi de 137 mm. Neste mês de abril, houve registro de chuva em apenas um dia, segundo dados da Defesa Civil do Estado, que acumulou 13 mm. A média climatológica é de 65,9 mm.   VOTUPORANGA A cidade do noroeste paulista começou o ano com muita chuva. O acumulado em janeiro foi de 400 mm, quase o dobro da média histórica (243,6 mm). Mas a partir de fevereiro a chuva diminuiu muito. No mês de fevereiro, cuja média é de 137,5 mm, o acumulado foi de quase 80 mm. Em março a chuva acumulou 50 mm, quase 100 mm a menos do que a média climatológica. Neste mês de abril, houve chuva entre os dias 07 e 13, acumulando cerca de 25 mm. A média deste mês é de 91,8 mm.