Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Primavera com La Niña

23/09/2010 às 12:13
por Josélia Pegorim

A no
va estação começou oficialmente à 0 hora e 9 minutos, pelo horário de Brasília. Depois de um 2009 trágico, sob influência de um El Niño, que trouxe chuva demais e deixou muitos estragos e mortes pelo país, a La Niña domina o cenário climático na primavera/verão 2010/2011. O fenômeno La Niña é o oposto do El Niño, sendo caracterizado pelo resfriamento anormal das águas da porção central e leste do Oceano Pacífico. Em várias áreas nesta região oceânica, a temperatura superficial da água do mar já está até 3ºC abaixo do normal. A La Niña já está estabelecida e as últimas análises dos principais centros meteorológicos mundiais de acompanhamento climático apontam para a continuidade da evolução do fenômeno nos próximos meses. O auge da La Niña deve ocorrer entre os meses de novembro e janeiro. Como o El Niño, a La Niña também altera padrões de ventos, pressão, temperatura e precipitação em muitas regiões do planeta. Para o Brasil, onde o maior significado meteorológico da primavera é o retorno gradual da chuva, a La Niña terá uma influência direta justamente neste parâmetro.  É a chuva da primavera que volta a umedecer o solo e o ar, permitindo o plantio da nova safra agrícola, a melhora da qualidade do ar e ajuda a eliminar os focos de fogo que este ano voltaram a ocorrer em grande quantidade pelo país. No ano passado não tivemos grandes problemas com as queimadas ou a secura excessiva do ar, pois o El Niño deu muita mais chuva do que o normal e já no inverno, estação normalmente seca em quase todo o Brasil. Com a influencia do fenômeno La Niña, o padrão de chuva durante a primavera e o verão será alterado.  A chuva da primavera virá, mas não da forma abundante e regular e com atrasos em muitas áreas. De modo geral, a tendência é de que chova menos do que normal em várias áreas do país.  Períodos secos ainda serão intercalados com dias de chuva. Menos chuva significa também menos nuvens e mais espaço para o sol da primavera, mais calor.  Temporais de primavera vão acontecer, pois esta também é uma das características da estação, com o aumento da umidade e do calor sobre Brasil. Mas a primavera 2010 e o verão 2010/2011 não serão com a chuva volumosa e tão frequente que tivemos no ano passado.