Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Queimadas no BR aumentaram 85% em 1 ano

06/09/2014 às 20:23
por Josélia Pegorim

n style="font-size: 13px;">Como acontece todos os anos, a quantidade de queimadas sobre o Brasil aumenta nesta época do ano e a fumaça se espalha por grandes áreas. Mas este ano, o Brasil está queimando muito mais do que no ano passado.   A quantidade de queimadas aumentou muito em 2014. Pelos registros do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, entre 1 de janeiro e 5 de setembro de 2014, o Brasil tinha 76140 focos de queimadas. O número representa um aumento de 85% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o total de focos observados foi de 41140, de 1 de janeiro a 5 de setembro de 2013.     ES, SE e MS queimando menos O maior número de focos desde o início de 2014 até 5 de setembro estava em Mato Grosso, com 14473 focos. Pará vinha em segundo lugar, com 11004 focos. Quase todos os Estados brasileiros estão com mais focos em 2014 do que em 2013. A quantidade de focos diminuiu em relação ao ano passado no Espírito Santo, em Sergipe e em Mato Grosso do Sul. A seca precoce e severa de 2014, por causa da falta de chuva no verão,  certamente é um dos fatores que contribuiu para o aumento dos focos de fogo. Com a falta de chuva, o solo e a vegetação secaram mais sedo.   Muita fumaça sobre Porto Velho Com a grande quantidade de focos, a fumaça fica cada vez mais densa e muitas vezes invade as estradas reduzindo perigosamente a visibilidade, especialmente nos Estados do Norte e do Centro-Oeste. Em Rondônia,  setembro ainda é época de muita fumaça no ar e é comum também que a fumaça se espalhe sobre o aeroporto da capital Porto Velho. Durante toda a madrugada do sábado, o aeroporto local informou problemas de visibilidade por causa da fumaça. Nos piores momentos, no fim da madrugada, a visibilidade nas pistas do aeroporto era de apenas 1000 metros. Pelo levantamento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, nos dias 4 e 5 de setembro, Porto Velho tinha individualmente o maior número de focos de fogo no país.     Nos  próximos dia, pancadas de chuva podem ocorrer sobre Porto Velho e em várias outras áreas da Região Norte e de Mato Grosso, o Estado que mais queima. Mas por enquanto, a frequência da chuva ainda é pequena e não dá conta de acabar completamente com os focos de fogo.